Destaque Diocese de Uberlândia Em Destaque

Campanha da Mãe Peregrina abriu Ano Jubilar na Diocese de Uberlândia

ABERTURA DO ANO JUBILAR: 01/04/1995 – 01/04/2019
25 ANOS DA CAMPANHA DA MÃE PEREGRINA
NA DIOCESE DE UBERLÂNDIA/MG

Com muita alegria abrimos o Ano Jubilar em comemoração aos 25 anos da Campanha da Mãe Peregrina na Diocese de Uberlândia/MG.

A este especial júbilo oferecemos como contribuições ao capital de graças à Mãe e Rainha uma Santa Missa de abertura pelo Jubileu, e convidamos a FAMÍLIA MÃE E RAINHA, que ocorreu no último sábado (30) às 17h, na Matriz São Judas Tadeu, na cidade de Uberlândia/MG. Foi um presente de amor que todos nós ofereceremos e um momento de imensa alegria com a Eucaristia viva a nós ofertada pelo Bispo Diocesano Dom Paulo Francisco Machado, presidente desta Celebração.

O Jubileu para o cristão tem uma simbologia muito expressiva (Lv 25, 8-11) da total obediência e confiança em Deus, pois ao toque da trombeta o Ano Jubilar se abre para que todos os bens sejam a Ele oferecidos com louvor e alegria para em seguida retornar em dobro (Dt 15,11) aos seus herdeiros, que por amor confiaram-se ao Pai. Pois tudo é do Pai (Gn 1, 28-29) e Ele nos entrega para fazermos um bom e justo uso, assim como cada um de nós é do Pai que misericordiosamente acolhe seus filhos amados. O Ano Jubilar traz o resgate da liberdade do ser humano, por muitas vezes aprisionada, retomando sua santidade e intensificando sua fé no Salvador.

Papa Francisco nos diz que (10/02/2016): “Um jubileu, recordando a nossa história de salvação, serve para a conversão, para que o nosso coração se torne maior, mais generoso, mais filho de Deus e com mais amor.”

Assim queremos comemorar este Ano Jubilar, como um tempo de paz e reconciliação da humanidade assistida pela Campanha da Mãe Peregrina em nossa Diocese, um tempo festivo e cheio da misericórdia para com os irmãos. Jesus Cristo, o Cordeiro Imolado, é o nosso Jubileu, a Ele toda honra, gloria e poder, e para todos nós um tempo da Graça Divina.

A Campanha da Mãe Peregrina em comum união com a Santa Igreja no Mundo e no Brasil caminha para juntos “Salvar as famílias”. E também atua com a missionariedade do projeto evangelizador de Jesus e como seus discípulos que assumem no batismo o compromisso de ser missionários e peregrinar como Igreja em saída aos mais necessitados. Como legado do pai e fundador (Pe. Kentenich) a Diocese tem a alegria de participar da família Schoenstattiana exercendo a missão do cristão.

“Levem a imagem da Mãe de Deus e deem-lhe um lugar de honra em seus lares. Assim, estes se transformarão em pequenos santuários, nos quais a imagem de graças atuará eficazmente, criando uma terra santa na família e formando santos membros da família.” (Pe. Kentenich 15.04.1948).

A história da Campanha da Mãe Peregrina (CMP) nesta Diocese teve início na cidade de Uberlândia em 01 de abril de 1994, com o casal Glênio Spini e Maria Alba Miranda Spini, que foram os primeiros missionários (antes chamados de zeladores) da primeira Imagem Peregrina, na Paróquia São Pedro, Bairro Saraiva. A senhora Maria Alba conheceu a CMP por meio de sua filha Glenda, que morava em Santa Vitória, e ficou muito encantada com a Imagem Peregrina e com a maneira carinhosa que a família de sua filha a recebia. Então, após contato com o Santuário da Mãe e Rainha em Atibaia/SP recebera o livro da Campanha e fez a novena em intenção ao seu esposo Glênio, que passava por momentos difíceis no trabalho que em poucos meses recebeu a graça da resolução de seus problemas. Assim o casal foi em peregrinação ao Santuário de Atibaia retornando com a primeira Imagem Peregrina desta Diocese.

O casal com disposição, carisma, humildade, dedicação e dinamismo iniciou as atividades desta peregrinação na cidade visitando as paróquias, sempre com autorização dos párocos, para levarem a espiritualidade de Schoenstatt às famílias. Assim a CMP alavancou muito nos anos que se seguiram, sendo eles mesmos, o primeiro casal coordenador da cidade (1994-2000). Em 1995 a CMP se expandiu para a Paróquia São Sebastião, Bairro Tibery, onde em 1996 iniciou nesta Paróquia o primeiro grupo Infanto, mesmo ano em que a senhora Maria Alba selou a Aliança de Amor, portanto ela foi a primeira missionária desta Diocese a assumir esse compromisso. E em 18/10/1997 Eurípedes Martins e Elenir Alves Martins foi o primeiro casal a selar a Aliança de Amor, casal muito atuante junto à Maria Alba, e envolvidos nesta espiritualidade desde 1995.

Em 01/09/1995 a cidade de Araguari recebeu a CMP, na Paróquia Bom Jesus da Cana Brava, sendo a primeira missionária a senhora Lindalva Vieira Marques. Esta primeira Imagem Peregrina foi trazida de Brasília por Lindomar Vieira Marques, irmã de Lindalva. Em seguida outras Imagens começaram a peregrinar, sendo o casal Álvaro Ogando e Terezinha Ogando os primeiros coordenadores desta cidade até 1999 com 18 Imagens. A CMP foi crescendo e em novembro 1999 o casal Carlos Roberto Alves e Helita Baiochi Alves assumiram deste então esta missão com muito amor e dedicação.

Monte Alegre de Minas recebeu a CMP em 01/01/1998 sendo o casal Ecy Guimarães Moura e Maria Sônia Parreira Guimarães os primeiros missionários e coordenadores desta cidade. A coordenação da cidade foi uma missão para o casal Edmar Perloca e Eliana Braga Perloca desde 2004 até 2009 fazendo frutificar e levando a Mãe peregrina em muitos lares. Sendo que em 2008 assumiu o casal Elias Jued Santos Cury e Elaine Alves Santos Cury, dando continuidade à CMP até 2017 a partir de quando assume a coordenação o casal Miltom Carlos Vieira e Driana Dias de Souza Vieira.

Nesses anos que se seguiram deu inicio a um marco histórico da Campanha da Mãe Peregrina para a cidade de Uberlândia, em 1999 foi colocada a Pedra fundamental para construção da capela na Comunidade Mãe Peregrina, paróquia Cristo Redentor, Bairro Daniel Fonseca, cidade de Uberlândia. No ano de 2000, foi levantado o Cruzeiro na Comunidade Mãe Peregrina. Neste mesmo ano, 2000, muitos Santuários Lares foram instituídos, sendo os primeiros ma instituírem os casais Glênio Spini e Maria Alba, Nivaldo e Marta Helena, Eurípedes e Elenir, Regosino e Maria de Lelis.

Em 09/03/1998 “foi iniciado um Movimento Mariano e Apostólico em Tupaciguara com a Capelinha da Mãe Rainha visitando as famílias“ tendo o casal Thiago Antônio de Souza (Diácono) e Fausta Alves Salles de Souza, recebido das mãos do Pe. Marcus Pimenta o livro verde e o convite de iniciarem esta missão. Aos 01/04/1999 foi cadastrada no Secretariado em Atibaia/SP a primeira Imagem Peregrina, assim a cidade recebe a Mãe e Rainha com o primeiro casal missionário e coordenador da cidade Tiago Antônio de Souza (Diácono) e Fausta Alves Salles de Souza. Sendo a senhora Fausta a primeira missionária a Selar a Aliança de amor 29/05/2005. E aos 21/09/2008 Instituíram Santuário Lar os casais Thiago A. S. e Fausta A. S. de Souza, Francisco e Luzia de Freitas Pereira Pires, Antônio e Eleuza Pereira Piqui, e nos lares das senhoras Luzia Santos de Lima e Ondina Costa. As famílias foram muito incentivadas ao longo dos anos pelos sacerdotes Pe. Francisco de Assis dos Santos e Pe. José Oslei de Souza a aumentarem a CMP na cidade.

A partir do ano 2000 assumiu a coordenação da cidade o casal Nivaldo Vieira Peixoto e Marta Helena Sousa que deram continuidade, com muito empenho e amor, à Campanha até 2004. Foram muitas graças recebidas em festivas e solenes Santas Missas anuais da Renovação da Aliança de Amor que inclusive aconteceram no UTC (Uberlândia Tênis Clube).

Na cidade de Estrela do Sul a CMP teve seu início em 01/01/2005, na Paróquia Nossa Senhora Mãe dos Homens, sendo o casal Júlio Alves Pinto e Maria Elza Alves Ribeiro os primeiros missionários e coordenadores desta cidade. Em 2018 assume a coordenação da cidade o casal Vanderlei Pereira e Cláudia Cristina Ramos Rodrigues. Estrela do Sul conta hoje com duas Imagens Peregrinas.

De 2005 a 2013 assumiu a coordenação da cidade o casal Regosino Barbosa e Maria de Lélis Fernandes Barbosa, dando continuidade às atividades da Campanha acolhendo com carinho as famílias desta cidade.

Em 2014 assumiu o casal Walter Matias e Maria Fernandes Matias que atuaram na coordenação ao longo do ano de 2014, com o coração repleto de muita oração.

No final do ano de 2014 a coordenação da Campanha na cidade foi assumida pela senhora Márcia Rejane Sordi Bortolini, junto à equipe de coordenação distribuída entre as cinco Foranias da cidade de Uberlândia. E aos 06/04/2018 a Ir. M Gislaine Aparecida Lourenço, coordenadora do Secretariado da Campanha da Mãe Rainha do Santuário da Permanente Presença do Pai em Atibaia/SP, ao qual a CMP desta Diocese está vinculada, instituiu a Equipe de Coordenação Diocesana na presença do Bispo Bom Paulo Francisco Machado. Assim as sete Foranias da Diocese estão representadas nesta equipe por um coordenador forâneo.

A partir do ano de 2015 foram realizados anualmente Encontros Diocesanos em Uberlândia contando com a participação de uma irmã de Maria, do Santuário de Atibaia e com participantes das cidades da diocese em que a Campanha está presente. Esses encontros tem recebido a participação, desde 2017, do Bispo Diocesano, Dom Paulo Francisco Machado, que promove a abertura espiritual deste evento.

As Santas Missas Diocesanas, desde 2015, acontecem na Comunidade Mãe Peregrina, de 2015 a 2017 foram presididas pelo Pe. Marcos Borges Silva, sempre muito festivas e de grande espiritualidade, momentos em que todos foram acolhidos com afeto e carisma pelo sacerdote. Ao Pe. Marcos nosso muito obrigado e nossas orações diárias. No ano de 2018 o pároco atual da Comunidade, Pe. Gilberto Sebastião Ribeiro, presidiu com grande entusiasmo e carinho fraternal de pastor esta Celebração Eucarística Diocesana, a quem agradecemos com o coração repleto de gratidão.

Anualmente são promovidas peregrinações ao Santuário de Atibaia/SP para as diversas formações (Encontro de Equipes Diocesanas, Encontro de Coordenadores, Retiro de Missionários e Famílias) são momentos em que transbordamos da espiritualidade Schoenstattiana todos os peregrinos retornam para esta Diocese repletos das graças que a Mãe e Rainha distribui aos filhos seus. E juntos em seu abrigo espiritual de Mãe somos transformados em cristãos cheios da graça do Pai e frutificamos a fecundidade apostólica em verdadeiro ardor missionário. Assim, nos sentimos mais fortalecidos para assumirmos a missão Batismal de sermos Missionários Evangelizadores das famílias em nome de Jesus e Maria. E ao participarmos de uma Igreja em saída aceitamos como missão principal visitar as famílias e levar a Mãe Peregrina com Seu Filho no colo, essa esperança da Boa Nova.

Desde 2015 a cidade de Uberlândia tem participação ativa na formação durante as atividades anuais propostas pelo Secretariado de Atibaia/SP, exercendo anualmente o compromisso de evangelizar as famílias. No ano de 2015 foi com alegria que trabalhamos os encontros do “A minha família, conquista o brilho da coroa!”, uma oportunidade de renovar nossa missão junto à Mãe. Em 2016 junto à Igreja vivenciamos a Misericórdia com encontros “Minha família casa da Misericórdia!” sendo chamados à ação evangelizadora e misericordiosa do Pai. Um ano de muitas bênçãos em 2017 ao trabalharmos a oração do terço com o roteiro “Mãe e Rainha, ensina-nos a rezar em família!”, este é um pedido muito especial que Nossa Mãe Maria nos faz. E chegamos ao 2018, um Ano de Jubilar para o Movimento Apostólico de Schoenstatt, com o roteiro de encontros que trouxe a proposta de sermos “Sal da terra e luz do mundo, para uma nova terra mariana” com a experiência de santidade diária nas coletânea de ensinamentos do Pe Kentenich e aplicação prática. Neste mesmo ano foram partilhados momentos de grande vivência da espiritualidade de Schoenstatt com o Jubileu de “50 anos da volta de nosso Pai e fundador, Padre José Kentenich ao Lar Eterno”, festejados com o Tríduo e Santa Missa. Esta Celebração Eucarística foi um lindo presente para nossa família Schoenstattiana no dia 15/09/2018 as 15:00h na Paróquia São Cristóvão, presidida pelo Pe. Joaquim da Costa Porto e concelebrada pelo Pe. Marcos Borges Silva, ambos, com muita alegria, carisma e espiritualidade.

A Adoração ao Santíssimo é um pedido especial que a Equipe de Coordenação Diocesana fez à todos os que participam da CMP, assumir este compromisso nas suas Comunidades e também, se possível, no Santuário Diocesano de Aparecida nas quintas-feiras durante todo o dia, Bairro Aparecida, na cidade de Uberlândia. Assim como a oração do Santo Terço em intenção à CMP e ao clero desta Diocese, sendo realizado por três pessoas e por paróquia, com frequência semanal. Também acontece a oração do Terço com um grupo de Terço dos Homens da Mãe Rainha (cadastrado no Secretariado do Terço dos Homens) na Paróquia São Francisco de Assis e Santa Clara, Bairro Jardim Umuarama, nesta cidade. E em muitos grupos de famílias conduzidas pelos missionários este momento da oração do Santo Terço já acontece em nossa Diocese.

Em 2016, dois membros da coordenação da CMP e o Pe. Marcos Borges Silva participaram do Encontro das Equipes Diocesanas em Atibaia, e nos anos de 2017 e 2018 a coordenadora de cidade, senhora Marcia R. S. B. representou a Campanha, neste importante evento, assim como a participação nos encontros da Assembleia Diocesana para elaboração do Plano Pastoral da Diocese (2015-2019 e 2020-2023), representando a CMP.

A Campanha cresceu ao longo dos anos e segundo dados estatísticos até 2018 são 480 Imagens em toda Diocese, assim distribuídas: 368 Uberlândia (9 Infanto, 1 Jovens, 353 famílias, 1 Fazendinha, 1 Prefeitura, 1 Cartório, 2 Enfermos), 67 Araguari, 26 Tupaciguara, 10 Monte Alegre, 2 Estrela do Sul. No total são aproximadamente 14.400 famílias visitadas pela Peregrina, Mãe Santíssima, que leva em todos esses lares da Diocese a Boa Nova, seu Filho muito amado, Jesus Cristo.

A CMP está presente em 46 Paróquias da Diocese (33 na cidade de Uberlândia), assim como a Celebração da Aliança de Amor acontece na cidade de Uberlândia nessas 33 Paróquias.

Enquanto missionários precisamos seguir o exemplo do senhor João Luiz Pozzobon que nos disse: O segredo da fecundidade de uma Obra divina está na união com Cristo…O amor à Jesus reflete-se na entrega total, entrega até a loucura da Cruz.“

Neste Ano Jubilar ofereceremos como conquista espiritual o capital de graças à Mãe e Rainha todo nosso empenho em termos missionários e coordenadores cheios da espiritualidade de Schoenstatt por meio da Alinaç a de Amor e do Santuário Lar. Por isso, somos todos convidados, enquanto família Schoenstattiana, a vivenciarmos com os seguintes gestos concretos:

– Participar e promover junto às famílias adoração ao Santíssimo, no mínimo semanal, por Paróquia;

– Maior atuação missionária nas Comunidades da Diocese;

– Oração do Santo Terço nos grupos de 30 famílias;

– Rezar a Oração de Beatificação do Pe. Kentenich;

– Rezar a Oração de Beatificação do João Luiz Pozzobon;

– Empenhar-se com o fiel e fidelíssimo cumprimento do dever de missionários evangelizadores em nome de Jesus;

– Oferecer à Mãe e Rainha um maior número de famílias, missionários e coordenadores preparados para selarem a Aliança de Amor, Instituir e Coroar o Santuário Lar;

– Ampliar a Campanha da Mãe Peregrina nas cidades da Diocese de Uberlândia;

Somos todos missionários peregrinos, somos os pés de nossa Mãe e Rainha que peregrina nos lares em todo o mundo levando seu mais precioso bem, seu Filho, o Cordeiro Imolado, o Salvador, Jesus Cristo. A Mãe tem pressa, “Naqueles dias Maria partiu para a região montanhosa, Ela dirigiu-se, às pressas, a uma cidade da Judeia. Entrou na casa de Zacarias e saudou Isabel.” (Lc 1, 39) e nós somos convidados a participar da Campanha da Mãe Peregrina, servir neste apostolado de evangelização. Nós apressadamente precisamos dar o nosso SIM à missão e ouvir ao chamado da Mãe que Schoenstatt nos fala: “Nada sem Vós, nada sem nós”.

A equipe de Coordenação Diocesana quer aqui agradecer em especial ao clero desta Diocese, na pessoa do Bispo Diocesano Dom Paulo Francisco Machado, aos coordenadores de cidades da Campanha da Mãe Peregrina da Diocese de Uberlândia/MG, à toda família Mãe e Rainha de Schoenstatt e à Equipe de Coordenação Diocesana da CMP.

Equipe de Coordenação Diocesana – Diocese de Uberlândia/MG  –  2018-2022:

Márcia Rejane Sordi Bortolini (Coordenadora Diocesana da Campanha da Mãe Peregrina)

Carmen Iolanda da Silva (Coordenadora da Forania São Marcos)

Edinamara Marques Miranda de Freitas e Sebastião Braz de Freitas (Coordenadores da Forania São Pedro)

Erli Gonçalves de Borba Marinho (Coordenadora da Forania São Paulo)

Julia Maria Costa Cruz (Coordenadora da Forania Santa Teresinha)

Luciana Ribeiro da Silva Rodrigues (Coordenadora da Forania São Lucas)

Maria Aparecida Oliveira Barbosa (Coordenadora da Forania São Mateus)

Marisa de Jesus Márcio (Coordenadora da Forania São João Evangelista)

Por Márcia Rejane Sordi Bortolini 
Coordenadora Diocesana da Campanha da Mãe Peregrina

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!