Destaque Diocese de Uberlândia Diocese em Ação

Clero diocesano participou da XI Assembleia Geral de Diáconos Permanentes

Dos dias 04 a 07 de abril, a Arquidiocese de Goiânia acolheu a XI Assembleia Geral Ordinária Eletiva Nacional dos Diáconos (CND). O encontro teve como tema “O Desafio da Formação: Inicial e Permanente” e ocorreu no Centro Pastoral Dom Fernando. Mais de 150 diáconos de todas as regiões do país, participaram da atividade que também teve como objetivo eleger a nova presidência da Comissão para os próximos quatro anos.

Diáconos, dois com as esposas, do clero diocesano de Uberlândia, também marcaram presença. São eles: Luciano Rodovalho, Horácio Nelson, Hamilton Pires e Solange Pires,  Rosendir Guimarães e Aparecida de Fátima Guimarães, Osmar dos Reis e Antônio Eustáquio Marciano. 

Para o arcebispo de Porto Alegre (RS) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada, dom Jaime Spengler, a importância da formação inicial e permanente do diaconato é fundamental e decisiva. “Eu imagino que se quisermos, realmente, formar homens para o serviço diaconal na Igreja e nas diversas instâncias da sociedade precisamos, sem dúvida alguma, fornecer uma boa formação inicial e permanente”, disse.

Para isto, o arcebispo indica que é necessário que a Igreja vá ao encontro destes homens, no sentido de favorece-los para que no amanhã no exercício de seu ministério onde estiverem possam ser uma presença na Igreja. “Vale recordar que o diácono está a serviço do bispo. E, estando a serviço do bispo, sua função primeira ao menos segundo a tradição da Igreja diz do exercício da caridade, sem esquecer certamente o serviço da liturgia e do próprio acompanhamento de uma comunidade de fé”, afirmou.

Sobre o tema central, os diáconos presentes contaram com a assessoria do bispo de Tubarão (SC) e referencial para os diáconos, dom João Francisco Salm, que aprofundou, no segundo dia, “O Desafio da Formação: Inicial e Permanente”.

Diácono Zeno Konzen que presidiu a CRD até XI Assembleia. 

A atual presidência apresentou relatório de atividades e prestação de contas da atual, além de elaborar metas para a nova presidência que já assume com o término desta Assembleia. “O que mais me alegrou nestes quatro anos à frente da presidência da CRF, foi a possibilidade de pode servir”, disse o diácono Zeno Konzen que presidiu a entidade até então.

O arcebispo auxiliar de Brasília (DF) e secretário geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Leonardo Ulrich Steiner, enviou uma mensagem especial para aos participantes da XI Assembleia Geral da Comissão Nacional dos Diáconos (CND). A mensagem foi entregue e lida pelo assessor da Comissão Episcopal Pastoral para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada da CNBB, padre João Cândido da Silva Neto.

“Desejamos animá-los a estarem sempre mais a serviço da Igreja particular e, por isso, das comunidades. O Documento de Aparecida incentiva os diáconos a serem fundadores de novas comunidades e, por isso, junto com o bispo e os presbíteros animadores de comunidades”, diz um trecho da mensagem.

Diácono Francisco Salvador, novo presidente da CND.

Processo Eletivo – A partir das 16h, da sexta-feira, foi iniciado o primeiro turno do processo eleitoral. Durante a cerimônia de abertura, foram apresentados os diáconos que compuseram a junta eleitoral, conforme previsto nos Estatutos Canônico e Civil da CND, onde cita o regulamento das Assembleias. Foram nomeados os diáconos Delintro Belo de Almeida Filho, Getúlio Costa da Silva, José Ribamar Castro e Lindalvo Alberto Monteiro Júnior. Estes acompanharam todo o processo que aconteceu em três turnos durante a Assembleia.

A XI Assembleia Geral elegeu na tarde de sábado, 6 de abril, o diácono Francisco Salvador Pontes Filho (diácono Chiquinho), como novo presidente da Comissão para os próximos quatro anos. Vindo da Arquidiocese de Manaus (AM), Regional Norte 1, o diácono foi eleito com 73, dos 145 votos válidos dos delegados presentes na Assembleia. A eleição aconteceu em três turnos, conforme prevê o Estatuto Civil e Canônico da CND.

Também foram eleitos os representantes das outras funções da presidência da CND. Confira abaixo a lista de funções e eleitos: Vice-presidente: diácono Julio Cesar Bendinelli – Regional Leste 2; Secretário: diácono José Oliveira Cavalcante (diácono Cory) – Regional Nordeste 1;  Vice-secretário: diácono Hamilton dos Santos Nascimento – Regional Centro-Oeste; Tesoureiro: diácono Antônio Oliveira dos Santos – Regional Norte 3; Vice-tesoureiro: diácono Rosinaldo Mota Trovão – Regional Norte 1.

Primeiro Congresso das Esposas

Durante toda a sexta-feria (05) as esposas dos diáconos tiverão uma programação paralela, com a realização do “Primeiro Congresso das Esposas”. Na parte da manhã, com a presença dom Adair José Guimaraes, bispo nomeado para a diocese de Formosa (GO), as esposas aprofundaram a temática “Busca da Santidade através de uma vida de oração”.

Já na parte da tarde, a temática foi “A vivência da santidade de forma pratica na vida da família”, trabalhado pelo bispo auxiliar da arquidiocese de Goiânia, dom Moacir Arantes. Participaram 56 esposas de diáconos permanentes. Além de participação da programação com os esposos e dos momentos formativos próprios, fizeram um passeio no Santuário do Divino Pai Eterno, em Trindade (GO).

Com informações: Equipe Nacional de Assessoria de Comunicação da CND
Fotos:  Equipe de Comunicação da Assembleia da CND
Via CNBB

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!