Destaque Diocese de Uberlândia Diocese em Ação

Combate ao mosquito da dengue deve ser intensificado no verão

O verão teve início na última sexta-feira (21) e segue até o dia 20 de março de 2019. Uma das estações mais esperadas pelos brasileiros, a época é conhecida pelo clima de altas temperaturas e chuvas intensas. Por isso, é também tempo de alerta ao combate do aedes aegypti. O mosquito, mais conhecido como transmissor da dengue, é também responsável pela transmissão de outras doenças como a zika e chikungunya. 

Em Uberlândia, o Centro de Controle de Zoonoses, da Secretaria Municipal de Saúde, está mobilizado para o combate com ações de vigilância, prevenção e controle do mosquito e, consequentemente, das doenças transmitidas por ele. Em busca de uma maior mobilização de pessoas que possam contribuir na luta contra o aedes, foi criado o Comitê de Combate a Dengue. A Diocese de Uberlândia, junto a outras entidades, foi convidada e esteve presente nas últimas duas reuniões realizadas, uma em novembro e outra este mês. 

Ambos os momentos foram de apresentação de dados do LIRAa 2018, pesquisa que aponta dados específicos sobre o combate no município, com enfoque em cada bairro, e de formação à respeito da prevenção. Apenas neste ano de 2018, até o momento, foram registrados mais de 1500 casos de dengue. O número pode parecer pequeno diante de toda a população, mas ainda assim é  preocupante. O Centro de Controle de Zoonoses divulgou o número de casos por bairro. Abaixo você confere a tabela. 

RESIDENCIAL INTEGRAÇÃO 140
MORUMBI 84
PRESIDENTE ROOSEVELT 80
SANTA MONICA 75
SÃO JORGE 69
GUARANI 55
OSVALDO RESENDE 53
JARDIM IPANEMA 45
PACAEMBU 41
JARDIM BRASILIA 39
TOCANTINS 38
LUIZOTE DE FREITAS 36
MARTINS 36
TIBERY 36
MARAVILHA 35
GRANADA 34
LARANJEIRAS 34
JARDIM EUROPA 31
SHOPPING PARK 30
TAIAMAM 30
ACLIMAÇÃO 29
CUSTODIO PEREIRA 28
MANSOUR 25
BRASIL 24
JOANA D’ARC 21
SANTA ROSA 21
PLANALTO 20
NOSSA SENHORA DAS GRACAS 18
PAMPULHA 18
JARDIM DAS PALMEIRAS 17
MARTA HELENA 17
MINAS GERAIS 16
CENTRO 15
JARDIM CANAÃ 14
SEGISMUNDO PEREIRA 14
CHÁCARAS PANORAMA 12
JARDIM PATRICIA 12
SANTA LUZIA 12
JARAGUÁ 10
MONTE HEBRON 10
CIDADE JARDIM 9
JARDIM HOLANDA 9
DANIEL FONSECA 8
NOSSA SENHORA APARECIDA 8
MORADA NOVA 7
SARAIVA 7
UMUARAMA 7
ALTO UMUARAMA 6
BOM JESUS 6
LÍDICE 6
MORADA DOS PÁSSAROS 6
RESIDENCIAL PEQUIS 6
CAZECA 5
JARDINS CÉLIA 5
LAGOINHA 5
PATRIMÔNIO 5
TUBALINA 5
CONJUNTO ALVORADA 4
DONA ZULMIRA 4
JARDIM KARAÍBA 4
MANSÕES AEROPORTO 3
MORADA DA COLINA 3
NOVA ALVORADA 3
TABAJARAS 3
FUNDINHO 2
IRMA DULCE 2
JARDIM INCONFIDÊNCIA 2
MIRAPORANGA 2
RESIDENCIAL GRAMADO 2
SÃO JOSE 2
ALTAMIRA 1
CHÁCARAS ANDORINHAS 1
CHÁCARAS PARK MARAVILHA 1
CRUZEIRO DOS PEIXOTOS 1
FAZENDA SANTA ROSARIA 1
JARDIM NOVA UBERLÂNDIA 1
MORADA DO SOL 1
TAPUIRAMA 1
VAL PARAISO 1
VIGILATO PEREIRA 1

Os números correspondem apenas aos casos que foram registrados nas unidades de atendimento do município. Segundo o Centro de Controle, existem muitos casos em que o vírus foi contraído e as pessoas por não saberem identificar, ou por opção, não procuram as unidades de saúde para tratamento, o que dificulta o combate. Para contribuir com o combate, é preciso que todos se mobilizem, em suas casas, sendo agentes de prevenção, mudando hábitos e procurando manter o ambiente limpo e livre de mosquitos. Seguir o check list abaixo é essencial. Confira: 

1– Lavar as vasilhas dos animais de estimação; 
2– Trocar a água de plantas que por acaso fiquem dentro d’água ou tenha água no pratinho;
3-Dar uma volta por todo quintal de sua residência procurando possíveis criadouros para o mosquito (ex: latas, garrafas, lonas, brinquedos, pneus e todo e qualquer recipiente que possa parar água) e colocar todos esses recipientes em local coberto quando possível ou em uma posição que não pare água;
4– Caso tenha banheiro que não seja utilizado, verificar se o vaso sanitário e o ralo estão tampados. Caso não estejam providencie uma forma de tampá-los;
5– Caso a caixa d’água seja externa verificar se a mesma está bem vedada;
6– Verificar calhas quanto a possibilidade das mesmas estarem acumulando água.

O CCD (Centro de Comunicação Diocesano) apoia a inciativa do Centro de Combate de Zoonoses e está alerta para contribuir com a formação e conscientização dos agentes diocesanos para o combate ao aedes aegypti. Se cada um fizer a sua parte, viveremos em uma cidade sem dengue, zika ou chikungunya. Contribua. Seja um agente, cuide de seu lar. Assim, você não estará cuidando só da sua família, mas também de todas ao seu redor. 

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!