Vocacional

Ser Gente – Homem e mulher: Pessoa de Caráter

A experiência de Jesus Cristo se faz na vivência de uma fé encarnada e radicalizada a partir da escuta e do testemunho do evangelho no cotidiano de nossa história.

A vocação em sua amplitude só tem sentido se parte da pessoa, enquanto criatura amada pelo seu criador, do ser gente, do ser de fato humano com todas as vicissitudes que a vida requer.

É impossível apostar na vocação do ser humano, se não estabelecermos vínculo com o indivíduo em sua história de vida, em sua essência.

O mistério da salvação só foi possível ser experiênciado, porque Jesus quis ser gente como a gente.

“ O verbo se fez carne e habitou no meio de nós. ”

“É preciso voltar a Jesus…” e alargar o nosso olhar para o trabalho com as pessoas, porque senão é em vão as motivações que nos levam a promover as vocações e as vivências missionárias.

A essência do indivíduo é ser gente, estabelecer vínculos com o Cristianismo através da vivência da fé no Batismo.

Em resposta a essa vivência teremos uma vida Sacerdotal, Religiosa Consagrada e Matrimonial pautada na radicalidade, pois haverá compreensão que a justiça, o direito, a oportunidade de crescimento pessoal, espiritual, comunitário é para todos e não para um grupo seleto dentro da religiosidade ou sociedade a qual se deseja destacar.

Tendo em vista essa reflexão, fica um apelo para nos encarnarmos na realidade de nossa existência, para bem nos consagrar ao Reino de Deus, seja em qual vocação que tenhamos possibilidade de corresponder.

O Espírito Santo vai nos fortalecendo com os seus dons e a exemplo de Maria nos impulsiona a assumirmos o Cristo vivo e presente no meio de nós, nas realidades de inserção e missão junto aos preferido do Pai.

 Deixemos que as nossas vidas se unam ao corpo místico de Cristo e que sua beleza exale em todas as criaturas como fonte consoladora, pois “Jesus Cristo é o Senhor para glória de Deus Pai.”

Experienciemos com grande fervor e entusiasmo esse período em que a sociedade clama pela vivência do nosso batismo e por nosso envio, em vista de uma Igreja que conquista os corações dos fiéis por ser mestra em acolhimento e rica em sua misericórdia.

Parabéns a toda Diocese de Uberlândia que tem trabalhado na iniciativa missionária, este é o caminho verdadeiro para sermos Igreja em sua essência.

Por Joana Darc Gonçalves Duarte
Paróquia Nossa Senhora da Abadia – Custódio Pereira
Em missão  / Vitória da Conquista – BA
Congregação das Religiosas Missionárias de Nossa Senhora das Dores

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!