Diocese de Uberlândia Em Destaque

04 de outubro – DIA DA PAZ

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) proclamou 2015 como o Ano da Paz. Trata-se de um período de reflexões, orações e ações sociais, que se estenderá até o Natal de 2015.

36

O Bispo auxiliar de Brasília e Secretário-geral da CNBB, Dom Leonardo Steiner, descreve no texto-base do Ano da Paz, que o “grito silencioso de paz, ‘Somos da Paz’, se eleva frente à violência crescente em todos os níveis. Violência de morte, de abuso de poder, de descarte da pessoa, de quebra das relações de confiança, de desagregação da família, de ganância e corrupção, de marginalização da infância e da adolescente”.

O objetivo do Ano da Paz é superar as múltiplas formas de violência que agridem a dignidade dos filhos e filhas de Deus e despertar a convivência fraterna entre as pessoas.

A Igreja no Brasil aponta uma série de ações e atividades para serem realizadas durante este ano. Entre as atividades está a Caminhada pela Paz. A sugestão é que seja realizada no dia 4 de outubro, festa de São Francisco de Assis, arauto da paz, em todas as arquidioceses, dioceses e prelazias. Todas as comunidades devem realizar uma caminhada demonstrando que a paz é possível. (SP-CNBB).

AÇÕES NA DIOCESE DE UBERLÂNDIA

[box]

Reverendíssimos Srs. Padres,
Caríssimos Diáconos,
Irmãos e Irmãs,

Graça e Paz!

Dia 04 de outubro, memória litúrgica de São Francisco de Assis, a Igreja no Brasil, dentro das comemorações do ano da paz, irá celebrar solenemente, em todas as dioceses brasileiras, o “Dia da Paz”.

Pensando em como tornar concreta esta celebração, seguem, abaixo, algumas sugestões do Centro de Comunicação Diocesano (CCD):

somos_da_paz

1 – após reunião com o publicitário Paulinho, da agência P de Comunicação, será produzido um vídeo a ser veiculado nas principais redes de TV de nossa cidade e região;

2 – nas Igrejas Paroquiais onde há a presença de sino, se possível, tocá-lo às 12h e às 18h, como sinete da presença pacífica da Igreja no mundo;

3 – confeccionar fitas brancas com os dizeres “Somos da Paz”, distribuindo-as na entrada dos templos para serem postas no pulso pelos fiéis;

4 – abençoar as fitas no início da celebração e deslocar o “abraço da paz” para este momento, antes do ato penitencial. No ato penitencial, pedir perdão pelas vezes e ocasiões que agimos contrários à paz;

5 – o presidente da celebração, ao término da missa, ao invés de regressar à sacristia, vá para a porta principal e cumprimente os fiéis desejando-lhes a “Paz do Cristo”.

Desejosos de que a Paz imperiosa do Senhor reine em todos os corações, nós vos saudamos com o ósculo da Paz.

Fraternalmente,

 

Pe. Claudemar Silva                                             Dom Paulo Francisco Machado
Assessor de Comunicação                                              Bispo Diocesano

[/box]

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!