Diocese de Uberlândia Em Destaque

A importância da Bíblia para a vida em família

Isto é uma ordem: “sê firme e corajoso. Não te atemorizes, não tenhas medo, porque o Senhor está contigo em qualquer parte para onde fores” (Js 1, 9)

O medo faz parte da natureza humana. É uma grande inquietação que experimentamos diante de um perigo real ou imaginário. Ele é necessário à vida, pois ele ajuda a sermos prudentes. Mas, então por que Deus ordena a Josué: ‘Não te atemorizes, não tenhas medo’?

Tenha coragem Josué para cuidadosamente observar toda a minha lei. Você que deseja ser feliz, tenha coragem para não se afastar dos meus mandamentos. Tenha ânimo Josué, sê firme em trazer sempre na boca as palavras do Livro Sagrado. Seja corajoso para meditar dia e noite as palavras que te prescrevo e vivê-la no seu cotidiano.

Não tenhas medo Josué de andar comigo, pois eu ando contigo em toda a parte por onde você vai.

Deus não quer que tenhamos medo de andar com ele. Ter medo de andar com Deus, esta espécie de medo é ruim, sem fundamento.

O papa Francisco diz a nós: “Para que a família possa caminha bem, com confiança e esperança, é preciso que seja alimentada pela Palavra de Deus. A Bíblia não é para meter numa prateleira, mas para ter à mão, para a ler muitas vezes, todos os dias, tanto individualmente como em conjunto – marido e mulher, pais e filhos -, talvez à noite, especialmente ao domingo. Assim a família cresce, caminha, com a luz e a força da Palavra de Deus”.

Família com bíblia

Dr. Gregory Popcak, especialista em aconselhamento pastoral católica, refletindo sobre as promessas matrimoniais que os casais fazem no dia do casamento e uma vez que o sacramento  supõe que os cônjuges  se tornem ajuda um para o outro para chegar ao céu, isto implica viver a fé juntos: orar unidos, ir juntos à missa, educar de forma cristã os seus filhos, etc. Não praticar estas coisas que são de caráter espiritual torna-se uma “traição” que é chamada ‘infidelidade espiritual’ capaz de  enfraquecer o casamento e consequentemente a família.

Os casais cristãos, assistidos pelo Espírito Santo, devem ser firmes e  corajosos  dizendo não à ‘infidelidade espiritual’ e sim à leitura diária da Bíblia, sim a tudo que implica a vivência da fé juntos.

Sabeis como é uma pessoa que não se alimenta desta Palavra Sagrada? […] É semelhante a um doente sem médico, a um viajante perdido e sem guia, a um pobre sem recursos. (São João Maria Vianney)

Acredito que todos nós queremos nossa família caminhando bem, com coragem e esperança. Todos nós queremos nossa família saudável.

Vamos então renunciar a toda manifestação de ‘infidelidade espiritual’ presente em nossas famílias e nos comprometer em tomar nas mãos todos os dias esta carta que Deus nos enviou acolhendo em nosso viver os seus ensinamentos.

Glória a Deus pela Sagrada Escritura!

_____________

Por, Ana Neucele

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!