Colunistas Destaque

A MISSÃO DO ESTUDANTE CRISTÃO, por Donavan Iury

A MISSÃO DO ESTUDANTE CRISTÃO

Donavan Iury Silva da Mata
Seminarista na etapa da Configuração

O período escolar é marcado por muitos momentos de alegria, mas também de desafios e incertezas. Nessa vasta gama de emoções e acontecimentos, os estudantes são chamados a desenvolver suas habilidades para ajudar na transformação social através de seus talentos e conhecimentos adquiridos ao longo do processo.

Sentados nas carteiras escolares estão pessoas com diversos modos de pensar, de vários contextos sociais e isso torna a comunidade de aprendizado um lugar rico para a troca de experiências. É válido destacar que, entre os estudantes existem aqueles que confessam a fé em Jesus Cristo, e uma vez assumida a missão de testemunhá-lo com a vida, assumem também a responsabilidade de ser imagem de Cristo no ambiente escolar.

A missão do estudante cristão, portanto, consiste em ser sal da terra e luz do mundo (cf. Mt 5,13-14) no ambiente escolar, contribuindo para que a comunidade de aprendizado seja um espaço agradável e possibilite a busca pelo conhecimento, movidos sempre pela fé.

 No entanto, essa porção de seguidores de Jesus Cristo podem se deparar com questionamentos, debates éticos e paradigmas que desafiam sua fé. É nesse contexto que a Igreja desempenha um papel fundamental de instruir e acompanhar os seus filhos.

A comunidade de fé deve acolher e apoiar os estudantes, dando a oportunidade para que eles encontrem encorajamento, orientação e fortalecimento espiritual. A Igreja também pode ser um ambiente propício para diálogos construtivos, nos quais a fé e a razão se entrelaçam de maneira harmoniosa. Por isso, o esforço da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil em estimular a Comissão Cultura e Educação, na busca por um trabalho efetivo com os envolvidos nessa área.

Ao acolher esses estudantes, a Igreja desempenha um papel de mentora e facilitadora. Ela pode oferecer recursos, como grupos de estudo bíblico, palestras temáticas e acompanhamento espiritual, para ajudar os estudantes a integrar sua fé com o conhecimento. Além disso, deve promover um ambiente inclusivo e aberto ao diálogo, onde os estudantes sintam-se seguros para compartilhar suas inquietações e dúvidas.

Por isso, cabe a cada estudante que confessa a fé em Jesus Cristo testemunhá-lo nas pequenas ações do dia a dia. Procurem com seus estudos o conhecimento necessário para exercer o seu papel e desenvolver habilidades em benefício do próximo e da sociedade como um todo. Além disso, busquem sempre na oração e no encontro com os irmãos e irmãs, a força para a caminhada e o refrigério nos momentos difíceis.

Assim, no cenário educacional marcado por desafios e descobertas, os estudantes cristãos assumem a nobre missão de serem agentes de transformação, irradiando luz em meio às sombras. Enquanto se encontram nas salas de aula, os cristãos não são apenas aprendizes em busca de conhecimento, mas também exercem a função régia, sacerdotal e profética, como construtores de pontes entre a razão e a espiritualidade. 

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!