Destaque Destaque2 Em Destaque Palavra do Bispo

ARTIGO: VOTAR CONSCIENTEMENTE, POR DOM PAULO FRANCISCO MACHADO

Votar conscientemente

Dom Paulo Francisco Machado

      Como cristãos, somos chamados a contribuir para a edificação de um mundo, nação e sociedade melhores, em acordo com a nossa dignidade de pessoas humanas, feitas à “imagem e semelhança de Deus” (Gn 1,26).

Desta honrosa condição de criaturas livres, dotadas de inteligência, vontade e, assim, capacitadas ao amor, brotam uma série de direitos que nos são inerentes, cabendo às autoridades constituídas o seu reconhecimento e a sua defesa, para o bem e o progresso de nosso amado Brasil.

Peço licença para apresentar-lhes algumas balizas a nos orientar na difícil e necessária tarefa de escolher nossos candidatos, nossos futuros governantes.

Caberá às autoridades e aos vários poderes construir pontes para favorecer o bem comum, respeitando nossa natureza de pessoas: seres livres, buscadores da verdade, na adesão ao bem e na vida processada sob o dinamismo do amor.

Eis alguns de nossos mais importantes direitos a serem apresentados pelas nossas leis e executados pelos nossos governantes, sempre sob o atento olhar do poder judiciário.

DIREITO A:

  • Á vida e tudo que a favorece (água de boa qualidade, digna habitação, meio ambiente saudável, alimentação condigna, assistência médica, justo descanso, segurança na velhice e na doença);
  • A que a vida humana seja preservada desde o seu primeiro instante, no seu declínio e término natural;
  • Á integridade pessoal, criminalizando a violência, especialmente contra pessoas vulneráveis, a tortura, à mutilação física ou psíquica;
  • A não ser condenado por um julgamento imparcial;
  • Á intimidade da vida privada;
  • À liberdade: religiosa, de imprensa, de expressão e política;
  • À informação verídica;
  • Ao trabalho e a uma justa remuneração;
  • À uma educação de qualidade;
  • Á propriedade privada do fruto do seu trabalho.

Estes são elementos a serem considerados ao digitarmos os números de nossos   candidatos. Sejam eles cândidos e competentes.

Que as luzes do Divino, luzes do mais infinito e mais puro amor, nos iluminem e amainem nossos ânimos para que essas eleições decorram na paz e na harmonia.

A todos, uma boa votação!

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!