Diocese de Uberlândia Em Destaque

Com consagração a Nossa Senhora do Carmo, Paróquia São Judas Tadeu recebe seu novo pároco

Com a Igreja Matriz repleta de fiéis provenientes de diferentes paróquias da Diocese, a Paróquia São Judas Tadeu recebeu neste Domingo (06) seu novo pároco, Pe. Olimar Rodrigues, que permaneceu durante quinze anos à frente da Catedral Santa Teresinha, igreja-mãe da Diocese de Uberlândia.

10257333_781856591835168_4734702928810434963_n

A celebração eucarística foi presidida pelo bispo diocesano, Dom Paulo Francisco Machado, sendo que também se fizeram presentes os padres: Robson Barbosa, Itamar de Almeida, Willian Soares, Joaquim Porto, Olezil, Gil Araújo, Hudson Almeida, os Diáconos transitórios: Claudemar Silva, Eduardo César e Marco Aurélio e os Diáconos permanentes: Antônio, Everaldo, Luiz Mauro. Além desses, estiveram presentes também os frades franciscanos.

Ao som da “marcha da Igreja”, acompanharam a procissão de entrada alguns fiéis com ícones dos Santos representando as comunidades da Paróquia (Nossa Senhora Lourdes, Rainha da Paz e Santa Paulina, além da matriz, São Judas Tadeu).

No início da celebração procedeu-se à leitura da provisão, como exige o rito de posse canônica, afim de apresentar à comunidade as atribuições do sacerdote na condição de pároco.  O documento emitido pelo bispo diocesano baseia-se no Código de Direito Canônico e formaliza a incardinação do presbítero à Paróquia na qual exercerá seu ministério.

Em sua homilia, Dom Paulo manifestou gratidão pelo SIM do novo pároco, bem como pela diligência no ministério de Pe. Itamar de Almeida, pároco por quase 11 anos da Paróquia São Judas Tadeu.

Confira abaixo trechos da homilia.

10313849_781850588502435_8357823318043465886_n

“Gostaria de iniciar a homilia para agradecer ao padre que se despede, o Pe Itamar. Posso te dizer uma coisa do fundo do coração […] tem uma delicadeza muito grande. Nosso agradecimento também ao Pe. Olimar que tem nos ajudado muito da Diocese, no pastoreio. […] A transferência não é fruto de um desejo arbitrário do bispo, mas uma necessidade da Diocese. Neste Evangelho, parece que Jesus rompe uma fronteira entre o céu e a terra que havia sido criada há muito tempo. Ele foi marcado por este sentimento, por esta perseguição humana do desígnio do Pai […] de um Pai que é Pai mesmo. […] E que exerce a sua paternidade com toda a humanidade. E aí veem alguns grupos cristãos que seguem aquela Teologia da Prosperidade. […] Aquele que prospera, aquele que vai crescendo cada vez mais, aquele que não passa por dificuldades é um abençoado por Deus. […] Deus exerce sua paternidade com os pequeninos. Vem aí a chamada Teologia dos Pobres […] pobre é aquele que tem sua esperança firmada numa rocha, que é Deus. E mesmo nas dificuldades, na doença e nos dissabores dessa vida, ele não deixa de se apoiar, não deixa de esperar num Deus que é pura misericórdia, que é cheio de amor. Jesus se comove diante deste povo. […] Ele ama até mesmo com grande amor e até mesmo aquelas pessoas que são desprezadas nesta terra conseguem perceber a ternura de Deus, de viver na força da esperança, na certeza da vitória final de Deus. Isto foi motivo de uma forte comoção de Jesus: eu te louvo ó Pai, eu te louvo. […] A mãe tem uma missão especial. Quando vem aquela gripe, aquela febre de 38º… porque aí vem aquele carinho […] E Deus também faz assim, ele tem aquele carinho todo especial, sem desprezar os outros filhos ele tem um carinho todo especial por todos aqueles que são desprezados nesta terra. […] Porque Deus se revela nesta terra aos pequeninos. Agora, dentre todos os pequeninos há uma pequenina que é maior […] o Anjo saudou Maria, então ela é a pequenina por excelência, a mais amada.  Nós confiamos o ministério pastoral do Padre Olimar a esta pequenina tão amada por Deus, que teve em Uberlândia o seu primeiro templo consagrado a Nossa Senhora do Carmo. Então que ela possa esse serviço de amor que o Padre Olimar exercerá nesta paróquia. Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo!”, finalizou.

Em seguida, Pe. Olimar renovou seu votos de obediência à Igreja e também sua profissão de fé diante do bispo diocesano. Realizou também seus votos de observância às obrigações religiosas na função de pároco. Continuando os ritos próprios da incardinação do sacerdote à paróquia, o bispo realizou a entrega da Pia Batismal e do Tabernáculo, objetos que integram o serviço pastoral do pároco à frente da comunidade particular a ele confiada. Após a entrega dos objetos a celebração teve continuidade com os ritos ordinários da Santa Missa. Durante o Agnus Dei, Dom Paulo destacou que a vida cristã se dá na partilha, chamando a atenção para a imolação do Cordeiro, realizada pelo sacerdote do altar.

Homenagem dos membros da catedral Santa Terezinha ao Pe. Olimar.

“Querido Pe Olimar Rodrigues, a vida nos ensina a dizer adeus às pessoas que amamos sem tirá-las do nosso coração. Amigo verdadeiro e fiel cuidador de seu rebanho. Felicidade em saber por sabermos que está sendo acolhido por uma grande comunidade de nossa Diocese, a comunidade São Judas Tadeu. Um amigo que nos aconselha, incentiva e abraça. O seu capricho e a singularidade na liturgia nos alegra. Pe. Olimar, o senhor faz parte de nossas vidas, pertence à nossas famílias. […] Não deixaremos que o projeto de Cristo, iniciado por você na Sé Catedral se perca. Obrigado, querido amigo, por tudo que fez por nós. Estaremos sempre juntos, porque está em nosso coração. A nossa família é sua família. Com carinho de todos os seus filhos gerados no amor, da comunidade Catedral”. Casal da Catedral Santa Teresinha

“Caro Padre Olimar, antes mesmo de te formar no seio materno eu te conheci, antes de sair para o mundo eu te consagrei. As palavras de Deus regidas ao profeta Jeremias, são também regidas ao senhor. […] Não poderíamos deixar de manifestar os nossos votos de acolhida e boas vindas. O novo nos surpreende, mas temos certeza que tudo que é feito na igreja é feito com sabedoria […]. Assim, sabemos que o senhor assume a nossa comunidade com responsabilidade. […] Nossos corações estão abertos para recebê-lo como nosso pastor e guia. […] Oferecemos o nosso carinho […] Aqui na comunidade São Judas o senhor irá encontrar uma comunidade ativa, que se alegra em servir o senhor. […] Sinta-se acolhido e como membro desta comunidade paroquial. Nesta ocasião não poderíamos deixar de agradecer o Pe. Itamar, que foi um grande pastor para nós. […] Pe. Olimar, a partir de hoje o senhor será membro de cada família de nossa comunidade paroquial, partilhando as alegrias e as esperanças. […] Finalmente, podemos dizer com muita alegria, Pe. Olimar, seja bem-vindo entre nós e conte sempre conosco”. Horácio Nelson, da Paróquia São Judas Tadeu dirigindo boas-vindas ao novo pároco.

Confira abaixo trechos do discurso de Pe. Olimar à Paróquia

10532383_781856305168530_4656723894354359841_n

[box]

“Amados fiéis da Paróquia São Judas Tadeu, grande é a minha alegria em saudá-los pela primeira vez, já como pároco. Sim, grande é a minha alegria em saudá-los, enorme é minha responsabilidade, diante da missão que hoje a Igreja, por meio de seu bispo me entrega. Confesso-lhes, meus irmãos e irmãs, que o convite feito a mim pelo bispo Dom Paulo, para assumir a Paróquia São Judas Tadeu, causou-me certo temor. Temor, que ganhava força à medida em que eu comparava a grandeza da nova missão, com as limitações humanas […] Mas, se temia, então porque assumo agora? Porque me lembrei do princípio norteador da minha vida sacerdotal, inspirado na carta de São Paulo aos Tessalonicenses. Quem nos chamou é fiel. […] Com esta garantia da palavra de Deus, o temor cedeu lugar à confiança e a certeza de que a graça divina não me faltará. Neste instante, portanto, assumo a paróquia com alegria, com ânimo, coragem e disposição para guiar esta comunidade cristã por quanto tempo Deus e a Igreja julgarem conveniente. Amados fiéis, desde o anúncio da chegada de um novo pároco, vocês podem ou poderiam ter se perguntado, o que pensa, que projetos tem? Começo a responder as suas possíveis indagações hoje, apenas começo hoje. Porque só obterei a resposta, no dia em que se for a vontade de Deus, partir daqui para uma outra missão. Ou para aquela eterna morada, que espero um dia alcançar. Antes de tudo, esclareço, não venho com projetos pastorais previamente fabricados. Meus projetos de uma paróquia podem não se adaptar a outra. Os planos pastorais devem ser construídos em comunhão, pelos pastores e pelos fiéis leigos. Não trago projetos prontos, mas tenho princípios, ao meu ver, imprescindíveis à ação evangelizadora e pastoral, de qualquer pastor de alma. Primeiramente, venho para continuar, tenho consciência de que estou entrando numa comunidade muito viva pastoralmente. Na qual muitos outros operários deram suas vidas para a implantação do Reino de Deus. Minha primeira tarefa é dar continuidade […] Aplica-se a nós, o que São Paulo escreveu na primeira carta aos Coríntios. […] ‘Assim, pois, aquele que planta, nada é, aquele que rega, nada é, mas importa tão somente Deus’. Venho para servir, embora à frente do rebanho como pastor, em posição que dá maior visibilidade. O padre, nas pegadas de Cristo entende e exerce sua missão, não como poder, mas como serviço. Que é servir a todos […] ‘Eis que estou no meio de voz, como aquele que vos serve’, nos ensina Jesus. Venho para fazer a experiência da abertura entre as principais tarefas do presbítero, está a tarefa de ensinar, de exortar e orientar. Mas para que sua mensagem chegue ao coração dos fiéis é preciso que eles estejam abertos. […] A autentica evangelização nos lembra também o nosso Papa Francisco. Acolher a ternura com o modo de ser é ver além das aparências, é enxergar o essencial, que permanece invisível à percepção da mente […] Eis o grande segredo da vida, que muito bem expressou Antoine: ‘O essencial é invisível aos olhos, só se vê bem com o coração’. Venho para dialogar, o diálogo se faz na escuta e na fala. Quero escutar a todos, ouvindo inclusive o silêncio, que está por trás da palavra. Mas a todos quero levar a palavra que purifique e sacie, que seja a luz apontando a saída, apontando consciências. Desejo levar uma palavra que restaure e fortaleça e concorra para o fortalecimento dos valores do Evangelho no coração de todos. Assim como nos sacramentos o padre empresta a Cristo sua voz e seus gestos, para que ele atualize para o homem e a mulher de cada tempo, que o lugar da salvação oferecido é de uma vez por todas na cruz. Assim, quero humildemente emprestar meu coração, para que por meio dele […] com amor gratuito e generoso, sem distinção, a cada um que se aproximar de mim. Portanto, meus irmãos e irmãs, venho para esta comunidade[…] Tenho consciência de que inconsciente, ou conscientemente, de que o que as pessoas mais procuram em um padre é Deus. Por isso, se eu me esquecesse de que sou homem de Deus nada mais especial subsistiria em mim e eu não passaria de um funcionário da igreja. Que significa ser homem de Deus? Significa ser homem bom, o padre traz Deus para as pessoas e leva as pessoas para Deus. De que modo o padre é homem bom? Na celebração dos sacramentos, particularmente da eucaristia; pela leitura e pregação da palavra de Deus, pela oração pessoal e comunitária, pelo amor à Igreja e a obediência aos seus pastores e ensinamentos, pela castidade assumida por causa do Reino dos Céus; pela caridade constante, incondicional; pela vida sóbria, modesta e desprendida dos bens materiais, passa colocar sua esperança em Deus […] Pela dedicação sem medidas ao povo de Deus; pelo zelo fervoroso e entusiasmo com que organiza as comunidades e pastorais, nas quais os leigos se tornam corresponsáveis pela vida cristã da igreja. É com este conceito de padre e com o propósito de concretizá-lo em minha vida, ajudado pela graça de Deus, pelas orações e apoio dos fiéis, que venho para esta comunidade paroquial de São Judas Tadeu. Por vontade de Deus e da Igreja, serei o pároco que conduzira esta paróquia em comunhão com toda a Igreja. […] ao entrar em contato com nossas comunidades as pessoas devem concluir: “ali estive mais perto de Deus”. […] E posso agradecer a todos que me alegraram com sua presença nesta celebração eucarística. Agradeço ao Bispo Dom Paulo, pela amizade e confiança em mim depositadas. Agradeço aos irmãos padres e diáconos, aos meus familiares, aos amigos e amigas vindos de Araguari. O meu agradecimento, um abraço especial, cheios de saudade, até, aos numerosos fiéis, vindos da Paróquia Catedral Santa Terezinha, povo com o qual eu tanto me realizei como padre e ao qual dediquei quinze anos, quatro messes e vinte e três dias do meu ministério sacerdotal. E, doravante, carregarei comigo na oração, no coração. Deus os cumule de graças, meus amigos e irmãos da Catedral, por tudo que fizeram para me tornar um padre tão feliz e realizado. Eu os amo muito, muito mesmo. Por fim, agradeço a vocês meus novos paroquianos, a presença e acolhida. […] Nesta caminhada que agora se inicia contem comigo, pois estou com vocês. Rezem por mim e eu rezo por vocês. Eu volto meu pensamento de estima ainda para as crianças, jovens, adultos e idosos, qualquer que seja a situação […] Desejo ser-lhes solidários, a todos vocês minha amizade e minha benção. Ao Pe. Itamar, meu agradecimento por tudo que aqui fez. Meu convite: volte sempre, a casa continua sendo sua. Rogo à Santíssima Virgem, que me acolha sempre e me leve pelos caminhos que o Senhor Jesus deseja que eu siga nesta minha nova missão. Peço que no céu, Dom Estevão me abençoe, ele que no dia de minha ordenação sacerdotal, após falar então profundamente da pergunta que Jesus fez a Pedro: ‘Pedro, tu me amas’? E ele perto de concluir a homilia disse: ‘Olimar, tu me amas’? Se sua resposta for positiva, abraça o sacerdócio […]. Que São Judas Tadeu, apóstolo e mártir, nosso padroeiro, me acompanhe nesta nova caminhada que hoje aqui se inicia. Muito Obrigado”!”

[/box]

Após a leitura da ata da celebração de posse canônica, o bispo diocesano solicitou ao coral que entoasse o canto de consagração à Virgem Maria (que na Paróquia se faz representada pelo título de Nossa Senhora do Carmo), para a consagração do novo pároco à Mãe de Nosso Senhor Jesus Cristo, encerrando, assim, a celebração eucarística.

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!