Diocese de Uberlândia Em Destaque

Comunidade Bethânia abençoa pedra fundamental da "casa Lázaro" em Uberlândia

Num espaço aberto, com alcance de visão ao longe, margeado pela paisagem característica das Minas Gerais, e sob a luz forte de um sol de fim de tarde, a Comunidade Bethânia deu início ontem (15) à construção da “casa Lázaro”.

10436351_771952266158934_8092545755598332111_n

Em celebração presidida pelo bispo diocesano, Dom Paulo Francisco Machado, foi abençoada a pedra fundamental onde será construído o espaço de acolhimento para dependentes químicos. A celebração eucarística contou ainda com a presença dos padres: Marcelo Augello, Valdemes Domingues, Frei Ezimar e o Diácono transitório, Claudemar Silva, além dos coordenadores da comunidade Bethânia, Pe. Vicente de Paula e Pe. Éliton.

Com grande participação de fiéis, especialmente de jovens do grupo EJC, bem como ministros extraordinários da comunhão eucarística da Paróquia Santo Antônio, bairro Morumbi, além de outros agentes de pastorais e movimentos, a cerimônia religiosa ocorreu numa tenda montada na área da fazenda onde está localizada a Comunidade Betânia em Uberlândia-MG, nas proximidades da “Tenda do Moreno”. Representantes da Polícia Militar de Minas Gerais também estiveram presentes.

10352753_771947509492743_1581787673335615491_n

Dom Paulo iniciou o rito eucarístico recordando o contexto litúrgico da celebração: “hoje nós celebramos a solenidade da Santíssima Trindade e foi ela que nos presenteou com o amor que nos une”.

Em sua homilia, comentou:

“Quero saudar os padres aqui presentes, os religiosos, outras autoridades, neste ambiente tão belo, com um horizonte tão vasto. Numa sociedade tomada por tantas misérias, o craque. E o Santo Evangelho nos abre para um horizonte maior: Caminha conosco, Deus caminha conosco. Quando veio ao mundo, Jesus Cristo, sofre por nós, carregou nossas lágrimas, viveu tudo aquilo que é humano, menos o pecado. O Pai envia o Espirito Santo para caminhar conosco. Talvez a maior parte nós não tenha em mente este momento que aconteceu em nossa infância, que Deus nos purificou pela água […] E Deus vai nos abrindo os olhos para a gente ver que tantas familiar têm filhos viciados e isso leva muita gente a ajuda-los, isto faz com que novamente o Cristo se debruce sobre os necessitados. Cristo é o Messias dos necessitados, de uma comunidade caída, pelo vício. Somente o Amor pode regenerar aqueles que estão caídos, seja debaixo das pontes, dos viadutos, porque adictos das drogas. E nós somos chamados a anunciar este mundo novo a todos estes irmãos caídos, filhos de Deus. Eu tenho certeza que no coração de cada um de nós mora o sonho de Deus”, finalizou.

No momento da preparação das oferendas, em que os fiéis também fazem ofertas de dons materiais, Frei Ezimar fez um pedido aos fiéis presentes à celebração:

“A Comunidade Betânia tem como slogan: ‘salvar vidas é nossa missão’. [Portanto], convido você meu irmão e minha irmã, neste ofertório, a sermos generosos contribuindo com esta comunidade”.

Em suas palavras de agradecimento, Pe. Vicente de Paula afirmou:

10411790_771952916158869_5212608945190812310_n

“… que bom chegar a tempo de ver graças acontecer. Dom Paulo, eu quero primeiro me dirigir a você. Nós, da comunidade Betânia, prezamos muito estar debaixo do amparo do Pastor. Em todos os lugares onde estamos, nós estamos antes no coração da Igreja. Agradeço também aos membros do clero da Diocese aqui presentes. Quero agradecer também à polícia militar, às autoridades políticas presentes (vereadores Vilmar, Gláucia, Marquinhos). Enquanto eu escutava Dom Paulo falar eu me lembrava do dia 12 de outubro de 1995, no qual foi celebrada uma missa muito parecida com esta aqui. Nela, Pe Léo apontava para os lados e dizia: “ali será isso, ali aquilo”, e no meu coração de religioso novo, eu só via eucaliptos. […] Eu não estou vendo eucaliptos aqui, mas, depois de 19 anos eu olho para vocês e vejo tudo o que o Senhor quer fazer em nosso coração. […] Vocês são chamados a ver e comtemplar este povo de Deus que está aqui e ver muito mais do que aquele menino que só conseguia ver eucaliptos e ver o que Deus vai realizar nesta terra fértil que é Uberlândia”, finalizou.

O casal doador do terreno, tomando a palavra, agradeceu:

“Eu quero agradecer ao Pe Vicente e dizer que nós estamos fazendo o que Jesus pediu em Mateus 25. Olhando a figura do Pe Léo, percebo que temos muitas coisas em comum. Uma delas é que eu sou de Itajubá também e olhando para o banner que puseram aqui, onde Pe Léo está de mãos abertas, eu vejo ele dizer: ‘eu preciso de você’. E naquela obra que vocês estão vendo ali [no banner] estarão 40 homens, desfigurados. E, por isso, nós precisamos de você. Só que este ‘preciso de você’, tem que ser transformado em atos concretos. A Comunidade Bethânia têm uma estimativa. Para construir a ‘casa Lázaro’, nós vamos precisar de 600 pessoas, grupos ou afins. A maquete que vocês estão vendo irá custar R$1.200,00 por metro quadrado e a Comunidade não terá condições de arcar com isso. Se vocês contribuírem com R$ 100,000 reais por mês, cada um, cada família, no final do ano isso corresponderá R$1.200,00. […] Se vocês olharem para os lados, verão montanhas e é nesta montanha que nós iremos fazer este compromisso de contribuir. Nós temos auxílio do nosso pastor. Por isso, eu faço um apelo a vocês: ajudem esta comunidade e Deus irá retribuir cada um de vocês”, José Carlos

10455358_771947109492783_2746857650177275640_n

Ao término da celebração, Frei Ezimar, em nome da Fraternidade Franciscana, doou à Comunidade Bethânia uma réplica da Cruz de São Damião:

“Chegou para nós a Cruz de São Damião vinda de Assis e ela vai pra capelinha que está sendo construída lá embaixo. Ela tem um significado muito importante para todos nós francis-clarianos, e tenho certeza que será também para Comunidade”, finalizou.

A benção final foi dada por Dom Paulo Francisco de junto da pedra fundamental, rezando: “Senhor Nosso Deus, cujo Filho nos deixou o Espírito Santo, permita que cada um dos enfermos que aqui forem acolhidos sejam curados”. Em seguida advertiu os fiéis: “eu penso que nós, cristãos católicos, temos que votar em quem trabalha para a plenitude de vida. Então vamos pensar bem nessas pessoas que pedem nossos votos”.

10426830_771950676159093_761361200524016760_n

Na pedra Fundamental podia-se ler: “15 de junho de 2014. Agradecimentos a todos os amigos e bem feitores desta casa”.

___________________

Agradecimentos: Leandro Oliveira.

Fotos: Douglas Patresse

Para conferir o álbum completo, acesse a nossa fanpage: www.facebook.com/elodafe

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!