Diocese de Uberlândia Em Destaque

Diocese de Uberlândia: há 53 anos no caminho da fé

No dia em que a Igreja celebra a memória litúrgica de Santa Madalena, a apóstola dos apóstolos, a Diocese de Uberlândia completa 53 anos de caminhada de fé.

 Brasão da Diocese

Criada a partir do documento pontifício Animorum Societas do papa à época, João XXIII, promulgado no dia 22 de julho de 1961, Uberlândia se tornou a sede da mais nova circunscrição eclesiástica da região do Triângulo Mineiro. Até então, a região era vinculada à arquidiocese de Uberaba, hoje sede provincial.

A Diocese de Uberlândia, cuja Padroeira é Santa Teresinha do Menino Jesus –  com memória Solene em 01 de Outubro -, conta com um Santuário Diocesano – Nossa Senhora Aparecida – e 48 Paróquias, distribuídas em nove munícipios que compõem a Diocese: Araguari, Araporã, Cascalho Rico, Estrela do Sul, Grupiara, Indianópolis, Monte Alegre de Minas, Tupaciguara e Uberlândia. Para conferir a lista completa das Paróquias, clique aqui.

10502091_779045508782943_5494792207845092222_n

 

Dom Almir Marques Ferreira foi o primeiro bispo diocesano. Governou a Diocese de 1961 a 1977. O segundo bispo foi o frade da Ordem dos Pregadores – Dominicanos -, Dom Estevão Cardoso de Avelar, OP, falecido em 2010. Dom Estevão governou de 1978 a 1992 e teve grande influência religiosa e no cenário político, inclusive. Para substitui-lo, a Santa Sé nomeou o seu bispo coadjutor, Dom Alberto Moura, religioso da Congregação dos Padres Estigmatinos. Dom Moura governou de 1997 a 2007, e é o atual arcebispo de Montes Claros-MG.

Com o lema episcopal: “Para Cristo e para a Igreja”, governa a Diocese de Uberlândia desde 2008, S. Ex. Revma. Dom Paulo Francisco Machado.

10489765_773705072650320_8391202444505860448_n

 

______________________________________________

Natural de Magé, Rio de Janeiro, Dom Paulo Francisco Machado nasceu em 13 de outubro de 1952. Com 10 anos, entrou para o Seminário Diocesano de Petrópolis para cursar o Pré-Admissão ao Ginásio. Ordenado em 1977, o bispo traz em seu currículo de vida religiosa a experiência de trabalhos pastorais em seis paróquias: Paróquia de Nossa Senhora da Conceição e Santo Aleixo – Magé RJ (1978), Paróquia de Nossa Senhora da Dores – Areal RJ (1978-1984), Paróquia de São Pedro de Alcântara – Petróplis RJ (1986-2000), Paróquia de Nossa Senhora do Rosário – Petrópolis RJ (2000-2002), Paróquia de São José do Itamarati – Petrópolis RJ (2003) e Paróquia de Nossa Senhora do Amor Divino – Petrópolis RJ (2003-2004)

Dom Paulo é licenciado em Filosofia pela Universidade Católica de Petrópolis e cursou Teologia no Mosteiro de São Bento, Rio de Janeiro. Foi professor de Filosofia e Teologia Dogmática no Seminário da Diocese de Petrópolis, professor de Teologia na Universidade Católica de Petrópolis e na Escola Teológica da Congregação Beneditina do Brasil.

 

Brasão de Dom Paulo Francisco

Atuou também como vice-diretor do Instituto de Teologia, Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Católica de Petrópolis – RJ e reitor do Seminário Diocesano Nossa Senhora do Amor Divino – Petrópolis (1998-2004). Também foi membro do Conselho Presbiteral (1993-2004) e do Conselho Instituidor da Fundação Dom Cintra (1998-2004). Sua vida pastoral é marcada por três pilares: a formação de futuros sacerdotes, o ensino de cultura religiosa e o cuidado com o serviço paroquial. Dom Paulo é mestre em Teologia Dogmática pela Pontifícia Universidade de São Tomás de Aquino, em Roma.

Foi nomeado Bispo Auxiliar da Arquidiocese de Juiz de Fora pelo Papa João Paulo II no dia 12 de maio de 2004. Sua ordenação episcopal foi realizada na Catedral Metropolitana de Juiz de Fora, no dia 25 de julho de 2004. Em 02 de janeiro de 2008, o Papa Bento XVI nomeou o bispo auxiliar da Arquidiocese de Juiz de Fora – Dom Paulo Francisco Machado, como o novo bispo da Diocese de Uberlândia – MG.

______________________________________________

capa_24_07_11_14_19_44

 Logomarca comemorativa pelo Jubileu de Ouro da Diocese

Atualmente, a Diocese é formada por um grande número de fiéis leigos, engajados e comprometidos com a causa da construção do Reino de Deus neste rincão das Minas Gerais. Segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) 2012, divulgada no dia 30 de setembro do ano de 2013, verificou-se que a população uberlandense, em sua maioria, é católica apostólica romana, com mais de 50% de adeptos. (confira matéria aqui).

10492588_773702849317209_6814204476235867384_n

 

Estruturalmente, a Porção do Povo de Deus presente na Igreja Particular de Uberlândia é confiada aos cuidados pastorais de mais de 71 padres, subdivididos em clero secular – diocesano – e regular – religiosos (lista aqui). Auxiliam no pastoreio, diretamente vinculados ao bispo diocesano, 41 Diáconos Permanentes (lista aqui).  Atenta às crescentes demandas populacionais, sobretudo, a Diocese investe na formação dos novos presbíteros com a manutenção de 3 Seminários Diocesanos (propedêutico, filosofia, teologia).

Organicamente, são mais de 19 Pastorais em âmbito diocesano (lista aqui) – entre elas, Pastoral Familiar, Catequética, Vocacional e Povo de Rua -, mais de 20 Movimentos (lista aqui): RCC, Apostolado da Oração, Sociedade São Vicente de Paulo, Mãe Peregrina, e outros. Há, em toda a Diocese, 13 casas religiosas – masculino e feminino: Ordem dos Frades Menores Capuchinhos, Ordem de Santa Clara (Irmãs Clarissas), Irmãs Franciscanas do Senhor, e outras. E, além desses, 3 Institutos Seculares.

10479058_779045455449615_4329066732206137371_n

 

O CCD – Centro de Comunicação Diocesano – aproveita o ensejo pelos 53 de caminhada da Diocese para cumprimentar, sobretudo, aos muitos Agentes de Pastorais e Movimentos pelo incansável trabalho desempenhado em prol da construção do Reino de Deus em nosso meio, a fim de que sejamos todos mais atentos ao Senhor que fala: “ide anunciar aos meus irmãos tudo quanto eu lhes falei” (cf. Jo 20,1-18).

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!