Colunistas Destaque Diocese de Uberlândia Notícias Jubileu de Diamante

Diocese de Uberlândia: 60 anos de Evangelização em Terras Férteis!, por Pe. Douglas Nunes

Diocese de Uberlândia: 60 anos de Evangelização em Terras Férteis!
Pe. Douglas Nunes
Chanceler do Bispado
Pároco da Paróquia São Francisco de Assis

Há 60 anos, nesta mesma data, Sua Santidade, o Papa São João XXIII assinava a Bula Apostólica que criará a Diocese de Uberlândia. Seu gesto exercido em nome de sua missão Apostólica, manifestava um ato de Evangelização, pois, ao criar está Igreja Particular, não somente reconhecia o caminha percorrido pelo Povo de Deus que estava nestas Terras férteis, como também impulsionava um novo ardor missionário, um novo dinamismo para a Ação Evangelizadora, tendo um novo Pastor Próprio, o Bispo Diocesano, e seu colaboradores: presbíteros, diáconos, consagradas e consagrados, e todo os fiéis batizados, que tendo passado pelas águas do Santo batismo, receberam a mesma missão, de serem discípulos e missionários de Jesus Cristo.

Evangelizar é proclamar a Alegria do Evangelho (Evangelii Gaudium, Papa Francisco), é comunicar a Boa Nova da Salvação. Neste espírito nossa Diocese, através de Pastores e Rebanho, criou o Seminário Diocesano, a Faculdade Católica de Uberlândia, a Rádio América de Uberlândia, o Museu de Artes Sacras, Centro de Comunicação Diocesano e WebTV ELODAFÉ, que espalham o Cristo em nossa Diocese.

Nestes 60 anos, muitas foram as iniciativas e atividades Pastorais, Espirituais e Sociais realizadas nestas Terras, que levaram todo o povo a escutar a Voz do Senhor, guardar sua Santa Palavra, e produzir os Bons Frutos. Assembleis Diocesanas de Pastoral; Retiros; Encontros Fraternos; Semanas de Elevação Social; Celebrações Diocesanas; Campanhas da Fraternidade; Santas Missões Populares; Ordenações de novos padres e diáconos; Ações em favor de uma Ecologia Integrada; Visita da Imagem da Padroeira do Brasil e da Cruz Peregrina da Jornada Mundial da Juventude; Ações de diálogo com o Poder Civil e outras denominações Religiosas; dentre outras tantas obras que, movidas pelo Santo Espirito, testemunharam e testemunham o Cristo, exalando o Bom Odor/Cheiro de Deus.

É difícil pensar a Comunidade Católica sem a autoridade episcopal, pois é o Bispo que traça, determina e conduz as diretrizes da Ação Evangelizadora, sempre atenta às necessidades do Povo, por isso fazemos memória dos Bispos que passaram/está nesta Igreja Particular: Dom Almir Marques Ferreira (1961-1977), humilde servo; Dom Frei Estevão Cardoso de Avelar, OP (1978-1992), grande pregador; Dom José Alberto Moura, CSS (1992-2007), homem engajado nas necessidades humanas; e Dom Paulo Francisco Machado (2008-atual), apaixonado por Cristo e a Igreja.

Que busquemos hoje e sempre, revisitando nossa bela história, viver a unidade, a cooperação e a devoção, através de intensa Ação Evangelizadora, para “anunciar a Boa Nova aos pobres, proclamar a libertação aos presos e, aos cegos, a recuperação da vista, dar libertação aos oprimidos e proclamar um ano da Graça do Senhor” (cf. Lc 4, 18-19).

Que Santa Teresinha do Menino Jesus, nossa Padroeira Diocesana e Patrona Mundial das Missões, nos auxilie na Ação Evangelizadora em nossa Igreja Particular.

Você faz parte dessa história de fé, amor e gratidão!

*O artigo apresentado é de responsabilidade do autor.

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!