Palavra do Bispo

Festa da Apresentação do Senhor

Quando a família de Nazaré entra no templo de Jerusalém, torna-se claro que uma nova humanidade está sendo criada. É a história da salvação, que finca para sempre uma estaca no tempo e se abre um novo, assinalado pela misericórdia, pela graça. Nas três pessoas vê-se representada a humanidade obediente, que coloca sua total confiança no Senhor Deus. Agrada a Deus mais a obediência, que um culto meramente formal. Na nossa frágil natureza humana, Jesus é apresentado ao Pai Celeste, para dizer com nossa inteligência, nosso coração e nossa boca: “ Eis-Me aqui para fazer a vossa vontade”.

apresentacao

Por que se apresenta no Templo o próprio Templo, Aquele que pelo Mistério Pascal tornou-se nosso Templo e altar, o lugar, espaço mesmo do encontro da humanidade com Deus? Jesus não dirá um dia “Destruí este templo e eu o reconstruirei em três dias?” Ele é a fonte Daquele Espírito, que faz de cada batizado um ungido e templo do Espírito Santo. Diz-nos São Paulo: “não sabeis que sois templo do Espírito Santo?”

Quando Jesus, pelos braços da Santa Família, entra naquele edifício tão sagrado para os judeus, Ele já havia sido circuncidado. Agora, Ele entra no templo para oferecer o seu sangue imaculado de Cordeiro, lembrando-nos, assim,  que “ sem efusão de sangue, não há redenção”.

Mas, a festa da apresentação do Senhor, também nos recorda que Jesus é a Luz do mundo, “ sol nascente que nos veio visitar”. A criancinha nos braços de Maria e de José é o novo candelabro, é o “Deus verdadeiro, Deus de Deus, Luz da Luz”.

Esta Festa da Sagrada Família a entrar no Templo, não nos faz lembrar a procissão das ofertas? Ela não nos recorda o batismo, quando fomos iluminados pelo Espírito Santo?

 – Você sabe contar algum detalhe de seu batizado? Como, onde, que pessoas estavam envolvidas nesse instante mais sagrado de sua vida? Como se chama ou chamava o ministro do seu batismo? Você tem ainda a vela das promessas batismais? – Vamos amar, agradecer, viver a beleza e dignidade de ser cristão.

______________

Por, Dom Paulo Francisco Machado

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!