Diocese de Uberlândia Em Destaque

Irmãs Clarissas, do Mosteiro Monte Alverne, celebraram Santa Clara de Assis

Realizou-se de 29 de julho a 06 de agosto, no Mosteiro Monte Alverne, localizado no bairro Planalto, em Uberlândia, a novena em Louvor a Deus por Santa Clara de Assis. E, de 07 a 09, o Tríduo. O Mosteiro abriga as religiosas da Segunda Ordem Franciscana, as irmãs clarissas, tendo por madre a Irmã Maria Consolação.

10557199_800038366683657_8886777818814676111_n

A festa cujo tema foi: “Clara, discípula-missionária” transcorreu durante as celebrações das missas conventuais que ocorrem todos os dias às sete horas da manhã no mosteiro.

Na celebração da Solenidade de Santa Clara, celebrada ontem (11), presidida por Frei Ezimar, contou com a presença de outros sacerdotes e frades franciscanos, dentre eles Pe. Baltazar Sallun, que celebra as missas dominicais na Capela do Mosteiro. Dentre os frades menores estiveram presentes, além de alguns daqueles que residem em Uberlândia, os noviços do Convento Santíssimo Nome de Jesus, situado em Catalão-GO, juntamente com seu mestre, Frei Bruno.

10612755_800038383350322_6465838462885136576_n

Em sua homilia, Frei Bruno destacou a marcante presença da lua, que na tradição fracisclariana fazreferênciaà santa que viveu em Assis no século XIII. Frei Bruno também chamou a atenção para a intensidade da luz de Clara, fazendo menção ainda à lua, “sendo, com Francisco o espelho do próprio Cristo”, destacou, além de manifestar sua alegria por participar da celebração da Solenidade de Santa Clara no Mosteiro Monte Alverne. Frei Bruno salientou ainda o testemunho que as clarissas dão por meio de uma vida pobre, no silêncio e na contemplação.

Ao final da celebração realizou-se uma pequena procissão até o salão do Mosteiro, onde os fiéis leigos, os frades e os sacerdotes puderam confraternizar com a irmãs em razão da Solenidade de Santa Clara.

10411218_800038890016938_3540803512647452195_n

A Festa em Louvor em Santa Clara contará ainda com uma ‘Tarde Clariana’ ou ‘Cantata de Santa Clara’, que será realizada no próximo dia 24, às 15 horas, no Mosteiro Monte Alverne.

Participe!

_____________________________

Confira abaixo trechos da homilia de Frei Ezimar Alves, pároco da Paróquia Nossa Senhora de Fátima, em Uberlândia, proferida no domingo (10), por ocasião do chamado “trânsito de Santa Clara”.

*Trânsito de Santa Clara: momento de seu encontro com a irmã morte e seu trânsito para junto do Pai.

10419541_800039216683572_8636543696989752939_n

 

 

“Caríssimos irmãos e irmãs, caríssimas irmãs clarissas, hoje, neste 19º Domingo do Tempo Comum, o Senhor nos faz recordar a passagem do Trânsito de Santa Clara […] Por isso, digo que é um grande presente hoje como comunidade de fé, como fraternidade, com as nossas irmãs clarissas, em Francisco de Assis, celebrar este Domingo (10) tão especial. […] A maioria das pessoas, enfim, todos nós, no fundo temos vontade de fazer uma experiência: gostaríamos de estar muito próximos de Deus. Mas, às vezes, queremos algo mais. Queremos sentir de fato a Sua presença em nosso viver. Ainda bem que Clara de Assis, assim como Francisco de Assis, assim como todos os santos e santas de Deus, desejou [e fez] também fazer esta experiência. […] Clara de Assim foi o verdadeiro clarão que brilhou na Idade Média, sendo uma das santas mais amadas pelo povo cristão, sua grande vontade de seguir o Cristo e sua amizade fraterna e admiração por São Francisco de Assis a inspirou a deixar a vida aristocrática e rica da sua casa materna para consagrar-se inteiramente a Cristo. Não podemos esquecer Cristo pobre e humilde. […] Decidida a viver uma pobreza radical, associada com a confiança total na providência divina, conseguiu obter o privilégio papal para que no seu convento, em São Damião, ninguém possuísse qualquer propriedade material. Nada, neste mosteiro, é das irmãs. Tudo é do Senhor. […] E elas levam a sério o que Clara vivenciou. Ela brilhou pela prática heroica pela virtude da humildade, servindo a todas as irmãs com alegria, pela sua grande fé na eucaristia. […] Aprendamos com Santa Clara de Assis: a Eucaristia é fonte e sustento para toda a Igreja. Amem, amem cada vez mais a eucaristia. E Santa Clara ajudará a todos nós a ter esse amor à Eucaristia. Clara teve Francisco de Assis não como mestre a quem seguiu, mas como um grande amigo fraterno. A amizade entre esses dois santos constitui um aspecto muito belo e importante. Efetivamente quando duas almas seguras e inflamadas pelo mesmo amor por Deus se encontram a amizade recíproca é forte estímulo para percorrer o caminho para a perfeição. Que nós sejamos também corajosos e, no olhar de Clara de Assis, procuremos a perfeição, na humildade, na pobreza, na castidade. Vivenciando esses três votos nós iremos cada vez mais nos assemelhando ao Senhor. Que Santa Clara de Assis, que em tão pouco tempo depois de sua morte foi elevada às honras dos altares, interceda por nós, pelos pais, por todos os devotos e devotas dela no Cristo Jesus. Assim Seja”.

 

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!