Destaque Diocese de Uberlândia

Jubileu de Ouro Sacerdotal de Dom José Alberto Moura, CSS

Jubileu de Ouro Sacerdotal
Dom José Alberto Moura, CSS
Arcebispo Emérito de Montes Claros

A Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo, que está em Uberlândia alegra-se nesse dia em que festivamente celebra o Jubileu Áureo Sacerdotal de Dom José Alberto Moura, CSS, Arcebispo Emérito de Montes Claros, que dedicou boa parte de seu ministério em nossa Terras Férteis, como Bispo Diocesano.

50 anos de serviço a Deus e sua Igreja, através do segundo grau do Sacramento da Ordem, sendo verdadeira imagem de Pastor, Sacerdote e Profeta por onde passou neste meio século.

Em 9 de janeiro de 1971, em sua terra natal, Ituiutaba, onde nasceu e recebeu o Sacramento do Batismo e iniciou a sua caminhada vocacional respondendo ao chamado de Deus, o jovem membro da Congregação dos Sagrados Estigmas, Diácono José Alberto Moura foi Ordenado Presbítero, pela Oração da Igreja e Imposição das Mãos de Dom Onofre Cândido Rosa, SDB, na época Bispo Coadjutor de Uberlândia.

Como presbítero serviu em diferentes missões da Congregação até sua nomeação episcopal como Bispo Coadjutor de Uberlândia, em 1990. Em seu histórico como estigmatino, destaca-se seu mandato de Superior Geral da Congregação, entre 1982 a 1988, período que residiu em Roma e viajou pelo mundo animando e confirmando seus confrades na missão.

Dom José Alberto Moura foi nomeado Bispo pelo Papa São João Paulo II e chamado a exercer seu novo ministério como Bispo Coadjutor de Uberlândia em 18 de abril de 1990. Foi acolhido na Ordem Episcopal, pelas mãos de Dom Estevão Cardoso de Avellar, OP, até então Bispo Diocesano de Uberlândia, no dia 14 de julho de 1990, também em sua Ituiutaba. No dia 22 de julho, festa de Santa Maria Madalena e 39º aniversário de Criação da nossa Diocese de Uberlândia, Dom José foi apresentado a esta porção do Povo de Deus que está em Uberlândia. “Numa tarde fria, mas acolhido por corações cheios de amor […]. Naquela ocasião, Dom José iniciou sua caminhada como Bispo aqui de nossa Diocese. E como sempre acontece nos grandes acontecimentos da vida deve se voltar à fonte, porque durante dezessete anos Dom José caminhou conosco. Durante mais ou menos dois anos sendo Bispo Coadjutor com Dom Estevão. E no dia 23 de dezembro de 1992, Dom José tomou posse como Bispo Diocesano. E aqui caminhou conosco. Organizou a ação pastoral, conduziu o povo a exemplo do Bom Pastor, Jesus Cristo.” (Padre Edvaldo Pereira de Sousa, Vigário Geral).

Durante os quase 15 anos que esteve à frente de nossa Diocese, como imagem do Cristo Pastor, conheceu nossa Igreja Particular por meio de Visitas Pastorais, sendo grande incentivador das Pastorais Sociais e do espírito de participação do Laicato, promoveu diversas Assembleias Diocesanas de Pastoral, criou 17 Paróquias, organizou a Pastoral Vocacional, gerando 42 Presbíteros e 26 Diáconos Permanentes, fundou a Faculdade Católica de Uberlândia, hoje PUC-Minas, como uma faculdade inclusiva, de acordo com o que disse o saudoso Dom Luciano Mendes de Almeida, na aula inaugural da Faculdade Católica e também adquiriu para a Diocese uma concessão de rádio, a conhecida e querida Rádio América, grande canal de Comunicação e Evangelização.

Muito marcante em sua vida pessoal e ministerial, sempre com muita habilidade e espírito evangélico, é sua abertura ao diálogo, seu empenho nas causas sociais, seu senso de comunhão eclesial, sua espiritualidade eucarística e seu imenso senso de humor, que cria espaços de saudável convivência e proximidade.

Em 07 de fevereiro de 2007, foi nomeado pelo Papa Bento XVI Arcebispo Metropolitano de Montes Claros, missão que exerceu até o dia 21 de novembro de 2018, quando teve aceitado seu pedido de renúncia por motivo de idade, tendo completado 75 anos, conforme o Código de Direito Canônico.

Portanto, neste dia, nossa Diocese de Uberlândia, através de seu Bispo Diocesano, Presbíteros, Diáconos, Religiosos e Religiosas, e todos os Fiéis Batizados e Batizadas, agradece a Deus por seu Ministério Sacerdotal nestes 50 anos. Pedimos pela intercessão de Maria, Mãe e Senhora Nossa, que ela seja sua proteção em todos os caminhos da vida, e que sendo um homem de fé, pelo exemplo de seus pais e de seu pai fundador, São Gaspar Bertoni, continue anunciando a Palavra e a Graça de Deus, que de uma forma tão bonita, lemos no Apóstolo Paulo e (re)lemos em sua Vida e em seu Ministério: “Acreditei, por isso falei” (2 Cor 4,3).

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!