Sem categoria

Liturgia: glorificação de Deus e santificação humana

O Concílio Vaticano II, na Constituição Sacrossanctum Concilium sobre a sagrada Liturgia, apresentará uma compreensão da natureza da liturgia e sua função na vida da Igreja, evidenciando-a, não como mero fazer ritualista, mas como momento histórico em que “a obra de nossa redenção se realiza”.

Foto de arquivo: Semana Teológica para o Clero da Província
Foto de arquivo: Semana Teológica para o Clero da Província

Deus em sua bondade infinita quer que toda pessoa se aproxime dele, conheça o mistério da sua vontade e tome parte na comunhão da sua vida. A comunhão que Deus oferece foi, por muitas vezes, rejeitada pela humanidade e, no entanto, no desejo de que todos se convertessem a Ele, sempre esteve em diálogo com suas criaturas desde o início, exortando, pela palavra dos profetas (Hb1,1ss), os pais e mães da fé,.

Nos últimos tempos, Deus aproximou-se definitivamente da humanidade penetrando a história humana por meio da Palavra que foi feita Carne, tornou-se “Deus conosco!” Morando em nosso meio, nos revelou a misericórdia e o amor Divinos. Esse Amor realizou a perfeita reconciliação das criaturas com o Criador e pelo Mistério Pascal de Jesus Cristo, atraiu tudo e todos para a comunhão com Deus.

A Igreja vive esperando vigilante a vinda de Nosso Senhor. Ela é sacramento de Cristo, sustentada pelo Espírito Santo, para continuar no mundo a obra da salvação. Por ela a graça de Cristo deve alcançar a todos. Cristo, o Apóstolo do Pai, envia a Igreja, no Espírito, para proclamar e anunciar às criaturas as maravilhas que realizou por sua morte e ressurreição. A salvação ofertada no Mistério Pascal de Cristo e que a Igreja anuncia, realiza-se através da liturgia, pelo sacrifício e os sacramentos celebrados pela comunidade de fé (SC 6).

O Mistério Pascal de Jesus Cristo é o centro da liturgia celebrada pela Igreja, pois este Mistério é o ponto alto da Revelação de Deus para a salvação de todos. Através dos sinais sensíveis da liturgia, o corpo místico de Cristo, que é a Igreja peregrina e sua Cabeça Cristo, glorifica a Deus publicamente ao mesmo tempo em que a graça realiza a santificação dos seres humanos. Nesse sentido, a liturgia, realizada por meio de sinais sensíveis, gestos e palavras, é o exercício do Sacerdócio de Cristo, pois é Nele que se glorifica o Pai e se santifica a humanidade.

 ____________

Por, Tânia Mayer

Tags

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!