Diocese de Uberlândia Em Destaque

Mais de 300 jovens participam do DNJ na Diocese

No último domingo, 16, o Setor Juventude da Diocese de Uberlândia promoveu o Dia Nacional da Juventude no Colégio Ressureição Nossa Senhora, situado à Praça Coronel Carneiro nº 11, Bairro Fundinho.

1723249_944911408870800_5774639871594137829_n

O evento, com início às 8h, contou com a presença de aproximadamente 300 jovens provenientes das cidades de Araguari, Indianópolis, Monte Alegre, Tupaciguara e Uberlândia. A programação foi voltada especialmente para que a juventude refletisse o lema: “Feitos para sermos livres e não escravos”, tema escolhido pela CEPJ (Comissão Episcopal para Juventude) à luz da Campanha da Fraternidade deste ano que evocou a realidade do Tráfico Humano.

A abertura do encontro foi realizada por Pe. Flávio Henrique Barbosa, Assessor Eclesiástico do Setor Juventude. Após a acolhida, Pe. Flávio conduziu uma oração penitencial por todos aqueles que cometem o crime do Tráfico.

Em seguida, o movimento Rosário Jovem da Igreja Nossa Senhora do Rosário e São Benedito conduziu a reza do terço na intenção de todos aqueles que sofrem qualquer tipo de tráfico. Marco Túlio Zandonadi, um dos coordenadores do movimento, falou com o ELODAFE. Confira:

EELODAFÉ: A Igreja do Rosário se encontra localizada na conhecida Praça da Bicota. Ali além da igreja há locais aonde os jovens se encontram com muita frequência, tendo fácil acesso há festas, as drogas lícitas, como o álcool e o cigarro, e assim por vezes se distanciando das coisas do alto. Como é para Rosário Jovem, enfrentar esse desafio em meio as ofertas “do mundo” que atraem tanto a atenção da juventude atualmente¿

Marco Túlio: Para nós, de fato, é um desafio em função das inúmeras possibilidades que o mundo nos dá. Ao mesmo tempo nós não procuramos combater o mundo mas, sim, trazer o mundo para esse ambiente de espiritualidade, de oração e de contemplação do Deus que nos criou. Então, pra nós é um movimento desafiador sim, porque o local da igreja é exatamente no grande centro de baladas, de encontro de jovens com outras finalidades de se divertir, mas sabemos que as vezes, infelizmente, alguns se perdem nesse meio. É um trabalho para fomentar a juventude da comunidade. O primeiro é passo é fazer com que o jovem se dê conta de quem ele é, mas para que ele se dê conta de quem é, se faz preciso que ele contemple a face do Senhor. É como se fosse um espelho, o jovem olha pra Deus e se vê refletido na imagem Dele. Assim, estando refletido, ele pode saber quem ele é, tendo um encontro consigo mesmo.

Em seguida, foi a vez do delegado chefe da Polícia Federal, Dr. Carlos Henrique Cotta D’Ângelo, repassar aos presentes a sua experiência no combate ao crime do Tráfico Humano com o intuito de explicitar a realidade do crime, além de conscientizar os jovens sobre as ações ilegais.

10685744_944912595537348_1807966171947378917_n

Muito solicito, Dr. Carlos Henrique respondeu às perguntas e curiosidades da juventude além de ressaltar pontos importantes que a sociedade não tem conhecimento. Entre os que foram apresentados o que mais chamou atenção foi o relato de que muitos daqueles que são traficados, tem a plena consciência da vida a que serão submetidos e mesmo assim não escolhem diferente por serem ludibriados pelo falso enriquecimento fácil. Alertou os jovens de que o mesmo não existe e só se conquista o que quer quando nos dedicamos a trabalhar como homens e mulheres de bem.

A animação do DNJ ficou a cargo da Missão Sacra Luz, animando os jovens em um show que “balançou as estruturas do colégio”. Os componentes do ministério se sentiram bem acolhidos e motivados com tanto entusiasmo dos jovens em louvar a Deus através da música.

10614253_944912478870693_8587139811915167641_n

Pe. Sebastião Ernane, pároco da Paróquia São João Batista, esteve por um momento no evento a fim de prestigiar os jovens da sua paróquia, manifestou sua alegria em estar presente em um evento com tantos jovens de várias paróquias da Diocese e também conversou com o ELODAFÉ:

ELODAFÉ: Pe. Ernane, como o senhor, sendo parte do clero da Diocese de Uberlândia, vê a questão preferencial pela iniciativa da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) e da então Comissão Episcopal para a Juventude ao abordarem o Tráfico Humano e trazerem este tema para ser refletido pelo jovem?

Pe. Ernane: Bom, acredito que o intuito da Igreja no Brasil e também no mundo é de ter uma direção específica para a juventude. Aonde que começa¿ Em casa, na família! e a Igreja ao promover o Sínodo da Família, realizado no Vaticano, com o Papa Francisco falando diretamente para a família, teve e tem a tentativa de resgatar os valores perdidos na convivência familiar. E assim a Igreja no Brasil tem acolhido a proposta do Santo Padre visando este resgate. O Tráfico Humano é um problema que infelizmente atinge a maioria da nossa juventude no mundo inteiro. Então, a Igreja fazendo este trabalho direcionado a família, direcionado aos jovens, está resgatando o valor da vida que é o intuito primordial do nosso ser cristão. Cristo fez valer o sentido da vida. A Igreja trabalhando isso resgata a valorização da vida e ajuda a sociedade a enxergar um mal que muitas vezes fica por debaixo dos panos que é o crime do Tráfico Humano.

Dom Paulo Francisco, bispo diocesano, também marcou presença no DNJ presidindo a missa de encerramento.

10389697_944912762203998_1207676896597506747_n

Em sua homilia, perguntou: “E que talento Deus nos dá tão precioso?” E respondeu: “O talento da vida. A vida é um talento e esse talento deve ser desenvolvido. Como eu posso desenvolver esse meu talento? Eu tenho sentimentos, todos nós temos, graças a Deus, mas então vamos ter e procurar ter os mesmos sentimentos de Cristo – São Paulo que nos diz isso – sentimentos nobres, porque se nós não cultivarmos sentimentos nobres, então nos encaminharemos para o mal.” Ao final, muito animado e satisfeito com o forte protagonismo juvenil, convidou os representantes dos grupos e movimentos para se apresentarem a fim de poder acolhê-los.

O encerramento do evento se deu através da organização do gesto concreto que ocorrerá no próximo dia 29 de novembro, às 10h na Praça Tubal Vilela, Centro. Haverá uma concentração, com início às 9h na Catedral Santa Teresinha do Menino Jesus e da Sagrada Face, onde os jovens farão uma mobilização para alertar a população uberlandense sobre a existência do Tráfico Humano. Agende-se e compareça.

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!