Diocese de Uberlândia Em Destaque

Nossa Juventude e sua Experiência de Fé.

copacabana-jmj-rio-2013

Na semana do dia 22 a 28 de Julho deste ano, inúmeros jovens de vários países, proclamaram sua fé em Jesus Cristo. Quero relatar aqui, de um modo especial, o testemuho da juventude de nossa Diocese na JMJ/Rio 2013 .

Momentos antes da nossa saída se viam claramente no rosto de cada jovem a expectativa para a viagem, era possível ouvir por todos os lados da Praça Sérgio Pacheco as promessas de renovação e fortalecimento da fé.

Chegando ao Rio nos deparamos com inúmeros peregrinos que ali já estavam carregados de animação e felicidade. Cumprimentavam a todos, acenando a todo o momento, cantavam músicas que mesmo em outras línguas era impossível não reconhecer. A união sempre estava presente, todos faziam parte da mesma família.

Horas se passaram na cidade que tinha o Cristo de braços abertos para nós e os jovens foram recebidos pelas famílias que se despuseram a acolhê-los durante a semana. Tamanho eram o carinho e atenção dada a cada um dos peregrinos de nossa diocese. O tempo passava e iam vivenciando ainda mais a peregrinação, conhecendo vários jovens de outras nacionalidades, trocando artigos religiosos, lembranças de sua terra natal, bandeiras, os contatos e também testemunhos de vida.

A catequese com bispos de várias partes do país aproximou ainda mais os jovens do Cristo, mostrando que os mesmos também possuem um cuidado peculiar conosco e rogam por uma juventude de força viva. Dentre os vários trabalhos apresentados na JMJ a feira vocacional na Quinta da Boa Vista falou aos peregrinos sobre as vocações, o prazer de ser vocacionado e que não se há apenas o chamado de ser um religioso ou religiosa, mas sim para o discipulado.

Aprenderam que não é preciso sair de sua comunidade de fé para assumir o ardor missionário. Que toda missão se efetiva nos vários ambientes do existir de cada homem e mulher.

A missa de envio no domingo, já demarcando o regresso de tantos jovens às suas casas, trouxe ao coração de cada um uma grande comoção. Chegara a hora que inúmeros temiam; a despedida do Papa. Voltar e fazer novos discípulos do Cristo, amantes do evangelho.  Acredito que mudanças serão vistas nestes jovens que se alimentaram da vontade para transformar e alimentar a fé de muitos.

Melissa Ribeiro

Assessora do Setor Juventude

1 comentário

Clique aqui para postar um comentário

  • Eu, que tive o prazer de sentir toda essa emoção de perto, já posso dar testemunho dos frutos da JMJ na minha vida e na minha caminhada em busca da santidade. Os amigos que fiz, as experiências que troquei e os concelhos que recebi mudaram minha forma de viver a fé.
    As palavras do Santo Padre fortaleceram e deram o empurrão que faltava, para tudo o que nós jovens católicos tínhamos em nosso coração mas precisávamos colocar em prática. Hoje temos além da obrigação, o compromisso de fazer discípulos, de anunciar o Evangelho e de buscar todos os dias as coias do Alto por meio da comunhão com os irmãos.

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!