Diocese de Uberlândia Em Destaque

Número de Católicos em Uberlândia aumenta, segundo pesquisa

Analisando os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) 2012, divulgada no dia 30 de setembro deste ano, foi verificado que a população uberlandense, em sua maioria, é católica apostólica romana, com mais de 50% de adeptos.

udia

A religião é uma igreja cristã com aproximadamente 2 mil anos, colocada sob a autoridade suprema do papa, bispo de Roma e sucessor do apóstolo Pedro. Seu objetivo é a conversão ao ensinamento e à pessoa de Jesus Cristo em vista do reino de Deus, e concede um papel importante nessa missão à pessoa da santíssima Virgem Maria (a quem se intitulou de “Mãe da Igreja”). Para esse fim, a igreja católica administra os sacramentos e prega o Evangelho de Jesus Cristo.

Já os evangélicos aparecem em segundo lugar em Uberlândia com mais de 152.411 seguidores. O termo evangélico pode referir-se a um movimento religioso protestante denominado evangelicalismo – base teológica do pentecostalismo e do neopentecostalíssimo. No Brasil, o IBGE, de forma genérica, classifica ou denomina todos os cristãos e denominações religiosas protestantes, para-protestantes e restauracionistas de evangélicos. O termo tornou-se muito popular para referir-se a todos os grupos cristãos não católicos e não ortodoxos no Brasil.

Os espíritas ocupam a terceira posição em Uberlândia e chegam a mais de 44.817. O espiritismo também é denominado doutrina espírita ou Kardecismo. Foi codificada pelo francês Hippolyte Léon Denizard Rivail, conhecido como Allan Kardec. Essa doutrina é baseada em cinco obras básicas, por meio da observação de fenômenos que o mesmo atribuía a manifestações de inteligências incorpóreas ou imateriais denominadas espíritos.

Já umbandistas e cultuadores do candomblé chegam a 1.665. Na realidade, o IBGE classifica candomblé, quimbanda e umbanda no mesmo ramo da pesquisa pela natureza das entidades cultuadas e/ou invocadas/evocadas; pelos procedimentos do culto; pelos elementos culturais componentes do sincretismo. O candomblé difere da quimbanda e da umbanda de forma mais enfática, enquanto quimbanda e umbanda são muito mais próximas.

Agora, mais de 50.640 uberlandenses não professam religião alguma. Uma curiosidade no levantamento: 2.903 pessoas afirmaram pertencer à católica apostólica brasileira, que é uma dissidência da igreja católica apostólica romana, organizada em 6 de julho de 1945 no Brasil por Dom Carlos Duarte Costal, bispo emérito de Botucatu e bispo titular de Maura (extinta cidade africana). A igreja católica apostólica brasileira (ICAB), sem a subordinação à Roma, implementou posturas eclesiais que a diferenciaram em maior grau do catolicismo romano antes do Concílio Vaticano II. Após este citado concílio, algumas posturas que as diferenciavam ficaram diluídas, como a abolição do uso da batina fora dos cultos, atos litúrgicos e missas. Fora dos atos litúrgicos, o clérigo deveria usar vestes civis comuns; abolição do uso do latim dos cultos, atos litúrgicos e missas, passando ao uso do idioma vernáculo nacional; ministração do Sacramento do Matrimônio para os desquitados e, posteriormente, para os divorciados, após a devida comprovação das causas da dissolução do primeiro casamento; abolição do celibato clerical obrigatório; foi permitido o casamento aos padres e bispos; abolição da confissão auricular (em privado, para o padre).

________

Por, Gregório José, radialista e jornalista

Fonte: http://www.correiodeuberlandia.com.br/pontodevista/2013/10/18/mais-catolico-do-que-evangelico/

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!