Diocese de Uberlândia Em Destaque

"o padre é pai da comunidade", afirma bispo em noite de posse de novo pároco

“O padre é pai”, foi com esta afirmação que o bispo diocesano, dom Paulo Francisco Machado, deu posse ontem (03), sexta-feira, ao novo pároco da Paróquia Santa Edwiges do bairro Luizote de Freitas, em Uberlândia-MG.

posse

No início da Celebração Eucarística que começou às 19h30, o bispo diocesano fez menção à experiência apostólica de Pe. Francisco de Assis dos Santos: “um homem com uma grande experiência no serviço à Igreja Particular de Uberlândia. Ele assume sua nova missão e vai ser guia desta comunidade”, afirmou o bispo diocesano.

Pe. Francisco de Assis foi ladeado por colegas no ministério; entre eles estava o cura da Catedral, Pe. Olimar Rodrigues, o reitor do seminário de teologia, Pe. Geraldo Gontijo, além do novo pároco da Paróquia Nossa Senhora da Abadia do bairro Patrimônio, Pe. Sérgio Camargo. Também se fizeram presentes o padres: Pe. Aldemir Pires, pároco da Paróquia Nossa Senhora do Carmo, Pe. Valdemes Domingues, pároco da Paróquia Santo Antônio do bairro Morumbi e Pe. Márcio Gonçalves, pároco da Paróquia Divino Espírito Santo e representante dos presbíteros. Além dos padres, fizeram-se presentes os diáconos; Marco Aurélio, da Paróquia São Judas Tadeu e Claudemar Silva, da Paróquia São Mateus e assessor de comunicação da diocese, bem como o diácono permanente Valtercides Ferreira.

posse2

Na assembleia, constituída majoritariamente pelos paroquianos de Santa Edwiges, como era de se esperar, estavam ainda paroquianos da Paróquia Nossa Senhora da Abadia do Patrimônio e familiares de Pe. Francisco de Assis.

Em sua homilia, dom Paulo lembrou à assembleia o papel importante da pessoa do padre que, em sua condição de sacerdote, “leva ao altar do Senhor a vida, as dores, as alegrias, os cantares e as esperanças do povo e oferece tudo isso juntamente com o pão e o vinho”, salientou. Todavia, ressaltou o bispo, “esta não é a única prerrogativa do pároco, pois ele, além de sacerdote – se bem que a melhor definição é a de presbítero, pois ancião, isto é, homem experimentado nas coisas de Deus -, o padre é também responsável pelos demais outros sacramentos, exercendo junto à comunidade o ministério – serviço – de ensinar, admoestar, corrigir e santificar”, garantiu.

Em seus agradecimentos, Pe. Francisco de Assis expressou sua alegria de poder “vir somar com vocês, fazendo desta casa a nossa casa, a casa de irmãos”, afirmou. Expressou ainda seu contentamento por todas as pastorais e movimentos ali presentes, além de ressalvar que, de todos que o acompanham, sua família é a mais fiel; “eles não largam pé; fazem-se sempre presentes”, disse emocionado. E, por fim, proferiu a leitura de um trecho da exortação apostólica do papa Francisco, Evangelii Gaudium, número 114.

[box type=”note”]

114. Ser Igreja significa ser povo de Deus, de acordo com o grande projeto de amor do Pai. Isto implica ser o fermento de Deus no meio da humanidade; quer dizer anunciar e levar a salvação de Deus a este nosso mundo, que muitas vezes se sente perdido, necessitado de ter respostas que encorajem, dêem esperança e novo vigor para o caminho. A Igreja deve ser o lugar da misericórdia gratuita, onde todos possam sentir-se acolhidos, amados, perdoados e animados a viverem segundo a vida boa do Evangelho.

[/box]

Dom Paulo, ao término da Celebração Eucarística, como tem sido praxe, solicitou ao novo pároco da Paróquia Santa Edwiges que percorresse o corredor central da Igreja Matriz, com o báculo episcopal em mãos, abençoando o povo que, abençoado, aplaudiu de pé o seu novo “pai”.

O CCD reafirma a sua missão e alegria de fazer chegar a todos os diocesanos a boa-nova do Evangelho tornado gesto e ação concreta, na recepção e acolhida por parte de tantos cristãos aos seus novos pastores.

Para ver mais fotos, acesse e curta a nossa fanpage: www.facebook.com/elodafe

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!