Diocese de Uberlândia Em Destaque

Paróquia São João Batista exibirá filme sobre Santa Rita de Cássia

A Paróquia São João Batista, localizada na Rua Jerônimo Lucas Barros, nº 513 no Bairro Segismundo Pereira em Uberlândia, terá na noite desta quinta-feira, 21, uma programação especial para os devotos de Santa Rita de Cássia e todos aqueles que desejarem conhecer um pouco mais sobre a vida da também intitulada, santa das causas impossíveis.

Será realizada a exibição do filme “Santa Rita, a vida da santa das causas impossíveis” a partir das 19h30 em sua Igreja Matriz. Santa Rita, que tem sua memória litúrgica celebrada nesta próxima sexta, 22, é um grande exemplo de fé para todos nós cristãos.

7891210007742

O CCD (Centro de Comunicação Diocesano) apoia esta iniciativa e deseja um ótimo filme e que ao assisti-lo as pessoas possam sair ainda mais munidas de fé e vontade de seguir e edificar o Reino de Deus.

Conheça a história de Santa Rita

[box type=”note”]

Chamada Margherita, que originou o nome Rita, a Santa das Causas Impossíveis nasceu na Itália em 1381.

Um tanto contrariada, acabou fazendo o gosto dos pais: casou-se com um jovem temperamental e violento e tiveram 2 filhos. Durante os 18 anos em que esteve casada, tudo fez para que a paz e a harmonia fossem mantidas. E à custa de muita oração conseguiu abrandar o temperamento do marido.

Um dia, entretanto, Paulo Ferdinando foi assassinado e jogado à beira de uma estrada. Os dois filhos juraram vingar o pai. Impotente ante o ódio dos filhos pediu a Deus que os levasse antes que se manchassem de sangue. Seja lá por que desígnios de Deus, suas preces foram ouvidas.

Abalada pela morte do marido e dos filhos, quis recolher-se ao convento das Agostinianas de Cássia, mas não foi aceita. Rezou fervorosamente aos santos de sua devoção: São João Batista, Santo Agostinho e São Nicolau de Tolentino. Conseguindo ingressar no convento, viveu ali por 14 anos até sua morte, trazendo na testa um estigma, associando-se assim à paixão de Cristo. Morreu no mosteiro de Cássia em 1457 e foi canonizada em 1900.

Uma família de devotos trouxe a imagem de Cássia, na Itália. Foi o ponto de partida para a devoção de mais de um século que se espalhou pelo Vale do Sapucaí, no Sul de Minas Gerais.

O Santuário de Santa Rita recebe romeiros ao longo de todo o ano. Há missas especiais para fiéis de outras paróquias todos os finais de semana com uma recepção especial pela equipe de acolhida. O Santuário possui três relíquias da santa italiana: uma partícula óssea, seu hábito e uma imagem em tamanho natural vinda de Cássia.

[/box]

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!