Destaque Diocese de Uberlândia Diocese em Ação

Paróquias celebram festa de São Francisco de Assis

Nesta sexta-feira (04) a Igreja celebra a festa de São Francisco de Assis, conhecido pelo seu exemplo de humildade, pobreza e paz. Paróquias da Diocese celebram a festividade do também elevado como santo protetor dos animais na noite de hoje. A programação contempla missas, procissões, bênção para os animais e festividades sociais. Confira o que foi preparado:

Paróquia São Francisco de Assis
Praça São Francisco de Paula, s/n, Tubalina
De 04 a 06/10 e de 11 a 13/10
18h – Novena
19h – Missa
Após as celebrações festividades sociais com barraquinhas de diferentes comidas típicas, bingo, música ao vivo, espaço para as crianças e diversão para toda a família. 

Paróquia São Francisco de Assis e Santa Clara 
Praça Urias Batista dos Santos, Umuarama
18h – Bênção dos Animais na Praça da Matriz
19h – Missa em louvor a São Francisco seguida de procissão

Paróquia São Francisco das Chagas – Monte Alegre de Minas
Rua São Francisco, 84, Centro
18h – Adoração ao Santíssimo Sacramento
18h30 – Missa e solene procissão com a imagem do padroeiro pelas ruas da cidade
Logo em seguida, animadas barraquinhas na Praça da Igreja Matriz

Paróquia Nossa Senhora das Dores
Rua Dom Barreto, 60, B. Fundinho. 

05/10 às 17h – Missa em louvor a São Francisco de Assis seguida de Bênção dos Animais na Praça Coronel Carneiro.

Paróquia Nossa Senhora de Fátima 
Av. Engenheiro Diniz, 1240, Martins 
11h ao 12h-Benção dos Animais
18 às 19h-Bênção dos animais e em seguida, Missa em louvor a São Francisco de Assis

Paróquia São Sebastião
19h30 – Missa Solene na Fraternidade São Francisco

_________________________________
Oração de São Francisco

Senhor, fazei de mim um instrumento da Vossa paz.

Onde houver ódio, que eu leve o amor.
Onde houver ofensa, que eu leve o perdão.
Onde houver discórdia, que eu leve a união.
Onde houver dúvidas, que eu leve a fé.
Onde houver erro, que eu leve a verdade.
Onde houver desespero, que eu leve a esperança.
Onde houver tristeza, que eu leve a alegria.
Onde houver trevas, que eu leve a luz.

Ó Mestre, fazei que eu procure mais:
consolar, que ser consolado;
compreender, que ser compreendido;
amar, que ser amado.
Pois é dando que se recebe.
É perdoando que se é perdoado.
E é morrendo que se vive para a vida eterna.

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!