Diocese de Uberlândia Em Destaque

Paróquias celebram São Francisco de Assis, arauto da paz, neste domingo (04)

Neste domingo (04), a Igreja celebra a memória litúrgica de São Francisco de Assis e de modo muito especial o Dia da Paz. São Francisco de Assis é o patrono dos animais e, por este motivo, muitas Paróquias organizam a tradicional Bênção dos Animais.

Pintura-em-tela-quadro-so-francisco-promoo-20140104122638

Confira como ficou a programação deste domingo em algumas Paróquias da Diocese:

Paróquia São Francisco de Assis

End.: Praça São Francisco de Paula, s/n, no Bairro Tubalina

08h: Missa pela Paz – presidida por Dom Paulo Francisco, bispo diocesano.

09h30: Benção dos Animais

19h30: Solenidade de São Francisco de Assis e em seguida barraquinhas

Paróquia São Francisco de Assis e Santa Clara

End.: Av Levino de Souza, nº 2110, no Bairro Umuarama

09h30: Missa das Crianças com a Bênção para os Animais

19h30: Missa Solene em louvor a São Francisco de Assis e em seguida barraquinhas

Paróquia Nossa Senhora de Fátima

End.: Av Engenheiro Diniz, nº 1220, no Bairro Martins

08h15, 11h15 e 15h – Bênção para os Animais

7h, 10h, 18h e 19h30 – Missas pela Paz

 

Santuário Diocesano Nossa Senhora Aparecida

End.: Praça Nossa Senhora Aparecida, nº 100, no Bairro Aparecida

11h – Bênção para os Animais

7h, 9h, 16h30, 18h e 19h30 – Missas pela Paz.

As Missas pelo Dia da Paz acontecem em todas as Paróquias da Diocese. Para se informar dos horários das Celebrações e o endereço das Comunidades mais próximas a você basta acessar o www.elodafe.com.br/paroquias-da-diocese-de-uberlandia/. Mais informações sobre o Dia da Paz, você também confere em nosso Portal pelo www.elodafe.com.br/2015/10/04-de-outubro-dia-da-paz/.

[box type=”error”]

Oração a São Francisco de Assis

Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz.
Onde houver ódio, que eu leve o amor;
Onde houver ofensa, que eu leve o perdão;
Onde houver discórdia, que eu leve a união;
Onde houver dúvida, que eu leve a fé;
Onde houver erro, que eu leve a verdade;
Onde houver desespero, que eu leve a esperança;
Onde houver tristeza, que eu leve a alegria;
Onde houver trevas, que eu leve a luz.
Ó Mestre, Fazei que eu procure mais
Consolar, que ser consolado;
compreender, que ser compreendido;
amar, que ser amado.
Pois é dando que se recebe,
é perdoando que se é perdoado,
e é morrendo que se vive para a vida eterna.

[/box]

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!