A Igreja no Brasil e no Mundo Em Destaque

Pastoral da Criança. 30 anos a serviço da vida

599725_10150917593055779_1603431458_n

A Pastoral da Criança – reconhecida como uma das maiores organizações do mundo a trabalhar em ações de combate às doenças e mortes infantis, melhoria da qualidade de vida das crianças e suas famílias – realiza Congresso Nacional comemorativo dos seus 30 anos em Aparecida (SP), de 27 de julho a 2 de agosto. Criada em 1983 pela médica pediatra e sanitarista Dra. Zilda Arns Neumann, hoje a entidade está presente em mais de 35 mil comunidades de todos os estados do Brasil e em mais 21 países da América Latina, África e Ásia.

O congresso, no Centro de Eventos Padre Vitor Coelho de Almeida, vai reunir cerca de quinhentos participantes entre coordenadores da Pastoral da Criança nos estados, setores e núcleos, além da equipe nacional, assessores técnicos, palestrantes e outros convidados. Também participam do evento 20 representantes da Pastoral da Criança de vários países, entre eles Filipinas, Angola, Guatemala, República Dominicana, Peru e Paraguai.

A Celebração dos 30 anos acontece no dia 29 com Missa na Basílica de Aparecida e sessão solene no Centro de Eventos, com a presença do cardeal dom Raymundo Damasceno  Assis,  presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB);  dom Leonardo Ulrich Steiner, secretário geral da CNBB; dom Aldo Di Cillo Pagotto, presidente do conselho diretor da Pastoral da Criança; irmã Vera Lúcia Altoé, coordenadora nacional da Pastoral da Criança; médico Nelson Arns Neumann, coordenador da Pastoral da Criança Internacional, bispos referenciais da Pastoral da Criança, autoridades civis e outras personalidades.

Neste ano, o congresso de Aparecida substitui os encontros regionais que a entidade promove anualmente para avaliar as atividades e planejar as novas ações empreendidas pelos milhares de voluntários. O evento é uma oportunidade para fortalecer a missão, atualizar conhecimentos, trocar experiências e buscar maior compreensão das diversas realidades existentes no país, observou a coordenadora nacional da Pastoral da Criança, irmã Vera Lúcia Altoé.

Com foco no desenvolvimento integral das crianças desde o ventre materno até os 6 anos, o programa do congresso inclui diversas oficinas e plenárias. A Centralidade da Infância, projeto que responde ao apelo dos bispos no Documento de Aparecida para que a infância seja destinatária de ação prioritária da Igreja, da família e do Estado é um dos  destaques do programa. A ampliação das ações de vigilância nutricional para prevenção da obesidade infantil; os cuidados nos primeiros mil dias (período da gestação mais os dois primeiros anos de vida) da criança e o sistema de geoprocessamento são outros temas das oficinas de formação contínua do congresso.

As mudanças econômicas e sociais do país, como também o avanço das novas tecnologias são outras questões para reflexão no encontro de Aparecida, adiantou o gestor de relações institucionais Clóvis Boufleur.  As mudanças, cada vez mais aceleradas, “afetam tanto as ações da Pastoral da Criança, como as famílias que acompanhamos”, observa. “Vamos debater como agregar as novas tecnologias ao processo de informação e comunicação para dar mais agilidade às ações da entidade ”, concluiu Boufleur.
Serviço:
Congresso da Pastoral da Criança – 30 Anos
Data: 27 de julho a 2 de agosto de 2013
Local: Centro de Eventos Padre Vitor Coelho de Almeida
Cidade: Aparecida (SP)
Abertura: 28 de julho, 14 horas
Celebração dos 30 Anos: 29 de julho, 19 horas
Informações: www.pastoraldacrianca.org.br
e-mail: [email protected]

FONTE www.pastoraldacrianca.org.br

Pastoral da Criança: 30 anos salvando vidasAo longo de sua história a Igreja viu nascer ao redor do mundo dezenas de expressões da ação evangelizadora por meio das pastorais. A Pastoral da Criança é uma obra típica do Brasil, fundamentada na evangélica opção preferencial pelas crianças e famílias pobres.

Organismo de ação social da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a Pastoral da Criança promove o desenvolvimento integral das crianças do ventre materno até os seis anos de idade, em seu contexto familiar e social, a partir de ações preventivas de saúde, nutrição, educação e cidadania realizadas por mais de 200 mil voluntários capacitados. Também promove, em função das crianças, as famílias e as comunidades, sem distinção de raça, cor, profissão, nacionalidade, sexo, credo religioso ou político.

Principais  resultados – Brasil 2012

. Acompanhamento de 1,3 milhão de crianças menores de 6 anos e 70 mil gestantes.
. Acompanhamento de 1,0 milhão de famílias em 35,6 mil comunidades.
. 202 mil voluntários atuantes, dos quais 110 são líderes comunitários.

. Índice de mortalidade infantil 56,4% menor em relação à média nacional:
Comunidades acompanhadas: 8,8 óbitos para mil nascidos vivos.
Média nacional segundo o IBGE (Censo 2010): 15,6 óbitos para mil nascidos vivos

. Baixo nível de desnutrição nas crianças acompanhadas: 1,6%. Média nacional é de 2,8%.

. Apenas 5,7% das gestantes acompanhadas tiveram filhos nascidos com baixo peso (média nacional é de 8,3%).

. A grande maioria das crianças acompanhadas (92%) estava com as vacinas em dia.

Assessoria de Comunicação
Coordenação nacional da Pastoral da Criança
[email protected]
www.pastoraldacrianca.org.br
Fone (41) 2105 0229

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!