Pastorais e movimentos

Pastoral prepara subsídios para o 54º Dia Mundial das Comunicações Sociais

Para celebrar o 54º Dia Mundial das Comunicações Sociais, a Pastoral da Comunicação (Pascom Brasil) preparou material formativo-celebrativo e conteúdo para redes sociais e rádio. A grande novidade é o podcast “A vida se faz história”, contendo cinco episódios que serão publicados diariamente de 18 a 22 de maio. Nele a Laís do Valle, coordenadora da Pascom no regional Norte 2 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), e irmão Diego Joaquim, coordenador da Pascom no regional Centro-Oeste da CNBB, trazem reflexões inspiradas no tema do 54º DMCS: “Para que possas contar e fixar na memória” (Êxodo 10,2).  A vida se faz história”.

O subsídio, que pode ser conferido abaixo, contém a mensagem do Papa, em versão adaptada para o Português do Brasil pelo professor Moisés Sbardelotto; infográfico de leitura com as palavras e expressões-chave; mensagem de dom Joaquim Mol, presidente da Comissão para a Comunicação da CNBB; roteiro celebrativo on-line e dicas para celebrar o Dia Mundial das Comunicações Sociais durante o ano.

Poster #54dmcs – Pascom Brasil

Redes Sociais
Para as redes sociais, estão disponíveis cards com a programação da Semana da Comunicação e com trechos da mensagem do Papa Francisco, em formato para feed e stories.

A Pascom Brasil deseja que todos os comunicadores possam celebrar com alegria, esperança  e intensidade os próximos dias e convida a todos para usarem em suas redes sociais a hashtag: #54dmcs.

Todos os materiais podem ser baixados em bit.ly/54dmcs.

54° Dia Mundial das Comunicações Sociais

A mensagem do Papa Francisco para o 54° Dia Mundial das Comunicações Sociais, celebrado no dia 24 de maio, intitulada “Para que possas contar e fixar na memória (Ex 10, 2). A vida faz-se história” foi divulgada, em janeiro, no dia da memória de São Francisco de Sales.

O Santo Padre dedicou a mensagem deste ano ao tema da narração. Segundo ele, “para não nos perdermos, precisamos respirar a verdade das histórias boas: histórias que edifiquem, e não as que destroem. Histórias que ajudem a reencontrar as raízes e a força para prosseguirmos juntos. Na confusão das vozes e mensagens que nos rodeiam, temos necessidade duma narração humana, que nos fale de nós mesmos e da beleza que nos habita; uma narração que saiba olhar o mundo e os acontecimentos com ternura, conte a nossa participação num tecido vivo, revele o entrançado dos fios pelos quais estamos ligados uns aos outros”.

Com informações da Pascom Brasil

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!