Diocese de Uberlândia Em Destaque

Posse de Pe. Clayton Fernandes na Paróquia Santa Rosa de Lima

Por meio de faixas, placas, muito carinho e com o coração aberto foi assim que a comunidade Santa Rosa de Lima, em Uberlândia-MG, acolheu seu novo pároco.

pe.clayton-2

Pe. Clayton de Souza Fernandes foi transferido da Paróquia Santa Edwiges para a Paróquia Santa Rosa de Lima, tomou posse ontem (02), às 19h30. A apresentação do novo pároco encheu a Igreja Matriz da paróquia.

Com a presença de presbíteros, diáconos, representantes de pastorais e leigos da Paróquia Santa Edwiges, Pe. Clayton foi acolhido em sua nova missão. Após sete anos na Paróquia Santa Edwiges, o presbítero disse estar “com o coração aberto para o que lhe espera nessa nova jornada”.

posse-pe.clayton

O bispo diocesano, dom Paulo Francisco Machado, apresentou à comunidade paroquial de Santa Rosa de Lima o novo pároco, e, em sua homilia, afirmou que “o padre é para a comunidade, como a comunidade é para o padre”, ressaltando que a caminhada tem que ser junto, e “como um Abade, Pe. Clayton agora é o ‘pai’ da comunidade, capaz de orientá-la e conduzi-la”.

Após renovar sua fé e obediência à doutrina católica, o pároco beijou a pia batismal. Dom Paulo explicou que o gesto é sinal de referência, pois é ali onde nasce todos os novos cristãos.

A Paróquia Santa Rosa de Lima ainda prestou homenagem ao predecessor, Pe. José Maria, que estava presente à celebração.

Ao final, Pe. Clayton proferiu uma mensagem à comunidade, sendo aplaudido de pé pelos presentes. As manifestações de carinho foram muitas: faixas, placas e “muito carinho e com o coração aberto”, segundo Paulo, paroquiano.

padre-clayton

Dom Paulo solicitou que Pe. Clayton Fernandes, com o báculo episcopal em mãos (símbolo do pastoreio), abençoasse a assembleia.

Abaixo você confere a mensagem que demonstra como o presbítero acolhe essa nova missão.

Metade

Oswaldo Montenegro

Que a força do medo que tenho
Não me impeça de ver o que anseio
Que a morte de tudo em que acredito
Não me tape os ouvidos e a boca
Porque metade de mim é o que eu grito
A outra metade é silêncio

Que a música que ouço ao longe
Seja linda ainda que tristeza
Que a mulher que amo seja pra sempre amada
Mesmo que distante
Pois metade de mim é partida
A outra metade é saudade

Que as palavras que falo
Não sejam ouvidas como prece nem repetidas com fervor
Apenas respeitadas como a única coisa
Que resta a um homem inundado de sentimentos
Pois metade de mim é o que ouço
A outra metade é o que calo

Que a minha vontade de ir embora
Se transforme na calma e na paz que mereço
Que a tensão que me corrói por dentro
Seja um dia recompensada
Porque metade de mim é o que penso
A outra metade um vulcão

Que o medo da solidão se afaste
E o convívio comigo mesmo se torne ao menos suportável
Que o espelho reflita meu rosto num doce sorriso
Que me lembro ter dado na infância
Pois metade de mim é a lembrança do que fui
A outra metade não sei

Que não seja preciso mais do que uma simples alegria
Pra me fazer aquietar o espírito
E que o seu silêncio me fale cada vez mais
Pois metade de mim é abrigo
A outra metade é cansaço

Que a arte me aponte uma resposta
Mesmo que ela mesma não saiba
E que ninguém a tente complicar
Pois é preciso simplicidade pra fazê-la florescer
Pois metade de mim é plateia
A outra metade é canção
Que a minha loucura seja perdoada
Pois metade de mim é amor
E a outra metade também

Ao novo pároco e a toda a comunidade paroquial, nós do CCD fazemos votos de um fecundo, fraterno e proveitoso ministério.

Para você conferir as fotos da missa de posse de Pe. Clayton Fernandes, acesse e curta a nossa fanpage: www.facebook.com/elodafe

1 comentário

Clique aqui para postar um comentário

  • Quero deixar aqui o meu contentamento com as noticias que o Site nos traz. Hoje nós católicos de Uberlândia nos sentimos confortados, pela clareza que o site expõe as mudanças dos párocos. Antes era tudo como se fosse um grande segredo, assim nós não éramos nem preparados para a saída do pároco ou a chegada de um novo. Obrigada pela clareza das informações e permitir que nos preparamos, para as boas novas.
    A saída de um padre para muitos não é fácil, pois criamos laços, mais entendemos que ele tem uma missão. Deus seja louvado.

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!