Destaque Destaque2 Em Destaque

Reflexão (02/02/2024) Monsenhor Paulo Daher

Apresentação do Senhor – Festa | Sexta-feira
02/02/2024

Em Lucas 2, 22-40, José e Maria levaram Jesus para apresenta-lo no templo, oferecendo o que a Lei mandava sobre o primeiro filho homem. Encontraram um homem justo, Simeão a quem o Senhor prometeu que não morreria enquanto não visse o Salvador. Ele os abençoou. Falou sobre o que iria acontecer com Jesus e com sua Mãe. Apareceu depois Ana que também servia ao Senhor e se alegrou com a chegada do Salvador.
Em todos os fatos que lemos na História de nossa Salvação percebemos Deus conduzindo seu povo por meio de pessoas a quem confia missão especial. Uma vez atendendo ao chamado do Senhor, elas se colocam inteiramente à disposição da vontade de Deus, mesmo em meio a muito sofrimento.
Alguns da Renovação Carismática repetem generalizando que Deus capacita aqueles a quem Ele chama.
Esse capacitar da parte de Deus não quer dizer que quem é escolhido por Deus terá toda a facilidade e iluminação em tudo o que fizer.
Para mim capacita mostra que este escolhido como é e como age deve confiar em Deus procurando os meios comuns para realizar sua missão, tendo fé em que Deus o acompanhará sempre. Pode até acontecer que o resultado seja negativo, mas a vontade de querer o que Deus propõe está sempre presente.
Nossa Senhora e s. José foram cumprir a lei sobre a Apresentação de Jesus. A alegria de Simeão por já ver o Salvador e comunicar isso a eles, foi encoberto pela sombra da profecia dos sofrimentos que viriam a Jesus e a Maria.
Os santos estão sempre abertos aos desígnios de Deus que são os que de fato dirigem a vida das pessoas. Mas alguns como Santa Teresa reclamam dizendo: O Senhor prova aqueles a quem ama.
Quando nasce uma criança quase sempre há um sinal percebido então ou mais tarde sobre o que talvez acontecerá com essa criança. A maioria das vezes os pais é que tem esse pressentimento.
Faz bem ao menos desejar o melhor para os filhos. Vai marcar o íntimo da criança. Aliás muitas mães tem a experiência do bem que podem fazer quando tendo ainda o filho em seu ventre, cantam, rezam, conversam com ele, o acariciam externamente, desejando-lhe todo o seu amor..
Todo o bem que desejamos a alguém vai direto ao coração de Deus que o transforma em graça real para a pessoa a quem queremos este bem.

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!