Destaque Destaque2 Em Destaque

Reflexão (03/2023) Monsenhor Paulo Daher

30ª Semana do Tempo Comum | Sexta-feira
03/11/2023

Em Lucas 14, 1-6, estava Jesus à mesa na casa de um chefe dos fariseus. Estes o observavam, pois lá estava um senhor doente hidrópico (inchaço, edema em quase todos os órgãos do corpo).
Jesus, pergunta se podia curar alguém em dia de sábado.
Ninguém respondia. Jesus curou o senhor. Comentou: “quem de vocês não tiraria um filho ou um boi se caísse num poço em dia de sábado?”
Eu pensava que este fariseu tivesse um apreço por Jesus, por isso o convidou para tomar refeição em sua casa. Gesto de amizade no Oriente até hoje. E por isso convidara também outros fariseus. Será que estes se sentiram honrados com esse gesto? Acho que não, foram lá para observar Jesus e ter com que critica-lo.
Pensando em nós. Nem sempre participamos de eventos semelhantes por amizade sincera. Muitos vão para observar os outros: o que falam, como se vestem, que prestígio social ou político tem.
Já participei de encontros de amigos e parentes em que o ambiente era tão simples, de amizade sincera, desde as crianças que estavam tão à vontade gozando de momentos gostosos de convivência amiga.
Em alguns lugares do Brasil estes momentos são frequentes a ponto de as pessoas demorarem para se despedirem para voltar para suas casas.
Em muito grupos de família ou de amigos faz uma falta tão grande estas ocasiões que são um oásis no deserto de nossa correria diária e nos faz sentir como é bom vivermos como irmãos.(Sl 132/133 1)
Sabendo quem era Jesus, o senhor doente (devia aparentar este tipo de doença) fora também para ver Jesus. O Senhor sabendo das intenções dos fariseus chamou à atenção deles sobre o doente. Era sábado. Nenhum trabalho dever-se-ia fazer… E Jesus enfrenta os fariseus. E cura o enfermo na frente de todos e ainda comenta que eles também fariam um trabalho se fosse urgente e necessário mesmo em dia de sábado.
S. Vicente de Paulo aconselha a seus religiosos que se os irmãos estão orando e alguém pede uma ajuda por sua necessidade, deve deixar a oração e socorrer o irmão. E isto é também oração, pois o que fizerem ao menor de meus irmãos estarão fazendo a Deus.(Mt 25, 40)

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!