Destaque Destaque2 Em Destaque

Reflexão (04/03/2024) Monsenhor Paulo Daher

3ª Semana da Quaresma
Segunda-feira
04/03/2024

Em Lucas 4, 24-31, Jesus vai à sinagoga de Nazare. Diz que nenhum profeta é bem recebido
terra, Jesus lembra que o profeta Elias quando houve muita fome em Israel, entre tantas viúvas em Israel, socorreu uma viúva de Sidonia. E no tempo do profeta Eliseu, não curou nenhum leproso em Israel.
E foi curado um general sírio. Ao ouvir isto os habitantes pegaram Jesus e queriam joga-lo precipício abaixo. Jesus porém passando no meio deles foi embora.
Em todas as cidades por onde passava. Jesus ia lá no sábado, para participar da vida religiosa da cidade com a leitura da Palavra de Deus, explicação, canto do salmos. Nesse dia está em Nazaré, sua terra. Olhavam para ele com espanto e dúvida. Não estavam acreditando: é mesmo o nosso Jesus carpinteiro?
Jesus percebe e
comenta lembrando fatos anteriores da viúva de Sidônia e de Naama, o leproso curado, ambos fora de Israel. A reação foi terrível como vemos.
No caso da presença de Jesus em Nazaré onde vivera quase trinta anos, e era conhecido como
carpinteiro, e agora manifestava ser uma pessoa extraordinária, poderosa em palavras e milagres, os nazaretanos não entendiam nem aceitavam tanta mudança. Não podia ser o mesmo. E aí ao invés de se orgulharem de tal concidadão, quiseram acabar com ele, mata-lo. Ele não podia deixar de ser um carpinteiro comum.
O que somos ou aparentamos na infância, ou na vida comum, não pode definir toda a nossa vida se tivermos chance de crescer e manifestar todo o potencial que temos e que não aparece na infância nem nas condições precárias de uma vida simples.
Nem nós sabemos de quanto somos capazes de ser e nos transformar quando as circunstâncias
Mesmo que tenhamos também muitas qualidades e que não tiveram chance de crescerem, devemos respeitar a caminhada dos outros e as oportunidades que tiveram, e respeitar a condição atual de quem pode desenvolver todo o seu potencial.
Era muito mais importante ouvir o que Jesus falava e aceitar o poder divino que manifestava do que se prender à aparência ainda semelhante do carpinteiro de Nazaré.
Sem ir muito longe, às vezes até nos espantamos, quando diante de uma situação que nos incomoda e da qual não vemos solução, ouvir uma criança dizer algo que abre nossa mente para a solução que precisamos.
Um dia dois jovens tiveram que mexer num trator com problema. Tiraram várias peças e colocavam-nas de lado. Depois de solucionado o defeito, voltaram a colocar as peças no lugar. E não conseguiam acertar no ajuste delas. Uma criança que tinha prestado atenção em todo o trabalho, mostrou o caminho e o lugar certo de todas as peças. E conseguiram ajustar e a máquina funcionou perfeitamente.

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!