Destaque Destaque2 Em Destaque

Reflexão (05/01/24) Monsenhor Paulo Daher

Tempo do Natal antes da Epifania | Sexta-feira
05/01/2024

Em João 1, 43-51, Jesus chama Filipe. Este chama seu amigo Natanael dizendo ter encontrado o Messias:Jesus de Nazaré.
Natanael zomba dizendo que não é de Nazaré que virá o Salvador.
Mas vai. Antes de chegar, Jesus o elogia. E ele se espanta. Nunca vira Jesus. E Jesus: eu te vi debaixo da figueira. E ele proclama que Jesus é o Filho de Deus o rei de Israel… E Jesus: você vai ver ainda coisas maiores que estas.
Se fechamos as janelas e portas de nossa casa, de nossa vida, para ninguém nos incomodar, Deus se aproveita do momento em que nos distraímos para se manifestar. Deus gosta de nos espantar quando se mostra de improviso que nem esperávamos.
Cada um de nós se observar com detalhes os acontecimentos de sua vida, vai encontrar muitos momentos em que pensava estar sozinho ou amarrado e Deus esteve bem a nosso lado, quase rindo de nossa aflição por não termos fé em sua providência.
É tão real o provérbio que o povo simples gosta de repetir: Deus escreve certo com linhas tortas. Pensamos que o emaranhado de nossos pequenos problemas, os quais não sabemos como resolver, fecha tudo sem solução. E Deus vê claro para onde vai dirigir nossos passos.
Não sabemos o que estava se passando na mente de Natanael. Devia ser algo importante e decisivo para sua vida, um segredo só seu e que ninguém seria capaz de resolver, por isso guardava-o só para si.
E Jesus sem revelar o que seria, simplesmente diz: eu sei em que estavas preocupado debaixo da figueira.
Não podemos esconder nada de Deus. Ele tudo vê, compreende e de seu modo tenta ajudar-nos a solucionar. Acreditemos.

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!