Destaque Destaque2 Em Destaque

Reflexão (05/03), por Monsenhor Paulo Daher

Sábado depois das Cinzas 05/03/2022

Em Lucas 5, 27-32,

Jesus chama um cobrador de impostos, Levi (Mateus),para vir com Ele.

Ele seguiu Jesus.

À noite Levi ofereceu um banquete e chamou todos os seus amigos (cobradores também, tidos como pecadores!).

Os fariseus reclamaram contra esse convite.

Jesus responde: “Não são os que tem saúde que precisam de médico mas os doentes.

Não vim chamar o justos mas os pecadores.”

Mais uma vez queremos mostrar que conhecemos tudo e todos e a vida deve seguir nossos critérios humanos.

O que preocupa é que com isso parece que nós somos capazes de enxergar toda a verdade sobre a vida e sobre as pessoas.

Havia a Lei, que explicava em seus detalhes como se devia viver para cumprir o que Deus espera de cada um de nós. E quem de fato vivia sua religião se tornava um devoto fervoroso.

Mas também com o tempo alguns dos que orientavam o povo, julgavam-se no direito de exigir ao pé da letra o que vinha da parte dos mandamentos.

Há situações comuns que devem se submeter ao que a Lei orientava.

Mas a sabedoria e a prudência também devem avaliar momentos que mostram que nem sempre o rigor da lei é inabalável e imutável.

Era isso com que em muitas ocasiões Jesus mostrava a misericórdia de Deus para os que não seguiam a religião, mas que com melhor orientação podiam tornar-se mais fiéis seguidores.

Aqui no caso a transformação foi muito grande.

Levi tornou-se o apóstolo Mateus e depois ainda escreveu a vida de Jesus.

Cristo vive e é o Senhor!

Monsenhor Paulo Daher (falecido em 2019)

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!