Colunistas Destaque Destaque2 Em Destaque

Reflexão (09/06), por Monsenhor Paulo Daher

Quinta-feira da 10ª Semana do Tempo Comum
09/06/2022

Em Mateus 5, 20-26, Jesus disse a seus discípulos que a vida justa deverá ser melhor que a dos fariseus.
Só assim entrarão no reino dos céus.
Foi dito: não matarás. Eu digo quem tem raiva de alguém ou ofende-o, será condenado.
Se vais ofertar no altar e lembrares que teu irmão tem algo contra ti, deixa tua oferta e vai te reconciliar com teu irmão.

Na vida do povo de Deus, os chefes religiosos deveriam ser exemplo de fé e vida como pessoas ligadas a Deus, e responsáveis pela vida religiosa do povo.

Infelizmente não era assim. E Jesus, embora não ensine desobediência a eles no que era de acordo com as leis, desaprovava o modo de viver deles em relação ao exemplo de uma vida mais austera que não tinham.

Para Deus e para nós também o que vale em nossa conduta é a coerência entre fé e vida.
Quer dizer o que somos e fazemos deve confirmar o que cremos.
E mais, como não vivemos sozinhos neste mundo, nossa vida pode ser conhecida pelos outros.

Se apresentamos como deve ser a conduta do verdadeiro fiel religioso e não seguimos esta proposta, estamos caindo em contradição. Mostramos o certo em que se deve acreditar e não seguimos.

Jesus dá tanto valor à conduta certa na vida pessoal que aponta sem sentido nem valor se alguém se apresenta a Deus para manifestar seu amor a
Ele mas não ama seu irmão.

São João escreveu: quem diz que ama a Deus a quem não vê e não ama a seu irmão a quem vê, é mentiroso.(1Jo 4, 20)

Cristo vive e é o Senhor!

Monsenhor Paulo Daher (falecido em 2019)

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!