Destaque Destaque2 Em Destaque

Reflexão (13/05) Monsenhor Paulo Daher

étima Semana da Páscoa
Segunda-feira
13/05/2024

Em João 16, 29-33, os apóstolos dizem a Jesus que agora estavam entendendo tudo o que falara. Por isso acreditam que Ele de fato vem da parte de Deus. Jesus prevê que embora creiam agora, virá o momento em que eles se dispersarão, deixarão Jesus sozinho. Mas Ele não está. O Pai está com Ele. Digo isso para que apesar das tribulações que vierem, tenham coragem. Eu venci o mundo.
Jesus costumava conversar com os apóstolos orientando-os para uma vida de conhecimento maior de Deus, seu Pai, para poderem confiar mais nele.
Ensinava como conduzir melhor suas vidas pela fé, pela confiança em Deus, e mostrava que não bastava que eles fossem corretos ao seguir as leis morais e religiosas conforme os mandamentos. Tornando-se melhores ao seguir o que a religião propunha, deveriam procurar conhecer mais as “qualidades” de Deus para aumentar sua confiança nele e sempre querer que Ela faça parte de suas vidas.
Conhecer as pessoas só por ouvir dizer quem são e como são é pouco e podemos não ter uma visão clara de quem são.
Convivendo com elas poderemos ter um retrato mais fiel de quem são.
Jesus falou muito sobre seu Pai e o Espírito Santo. Os apóstolos ouviam, entendiam mais ou menos, e não sei se teriam um retrato fiel de
Deus.
Na medida em que foram convivendo mais tanto com Cristo quanto com Deus Pai e o
Espírito Santo sentiram bem de perto quanto amor Deus tinha a eles e como aos poucos foram confiando na missão do próprio Cristo.
Jesus bem sabia que enquanto estava com eles, nem pensavam em nenhum problema.
Jesus resolvia tudo. Confiava totalmente como uma criança que não percebe perigos se estiver com seus pais que cuidam muito bem dela.
Jesus previne não para que saibam o que vai acontecer de sofrimento, mas que tenham total confiança nele. Não que os livrariam do mal, mas estaria com eles dando força e coragem para enfrentarem tudo o que viesse.
Às vezes há pessoas de fé que, de alguma forma, abusam do poder e da bondade de Deus. Como foi a tentação que satanás provocou em Jesus ao dizer-lhe que ele poderia jogar-se do alto do templo para baixo, pois estava escrito na Bíblia que os anjos o amparariam na queda. (Lc 4, 10s) Chama-se de pecado de presunção!
Porque não temos domínio de muitas forças físicas, morais, acreditar em Deus, não nos livra das dificuldades. Faz parte de nossa vida vencer os obstáculos e não pensar que se tenho fé nada vai acontecer de mal.

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!