Destaque Destaque2 Em Destaque

Reflexão (14/02), por Monsenhor Paulo Daher

6ª Semana Comum | Segunda-feira
4/02/2022

Em Marcos 8, 11-13, mais uma vez os fariseus vem discutir com Jesus e pedem um sinal do céu. Jesus suspirou lamentando esta preocupação sem nenhuma finalidade. Diz que nada lhes será dado. Tomou a barca e foi para outro lugar.

Não há coisa tão desagradável como ser solicitado por alguém para ajudar a resolver um problema, quando esta pessoa fala, fala e não chega a conclusão alguma do que realmente quer e do que deve buscar.

As perguntas ou dúvidas dos fariseus do tempo de Jesus eram assim. Só que pelo que deduzimos do conjunto, o que eles queriam não era resposta alguma. Era para mostrar ao povo que eles sabiam tudo e que Jesus estava confundindo e enganando o povo.
Pediam sinal especial. Jesus já vinha mostrando com tantos milagres.

Em nossos relacionamentos humanos nem sempre somos verdadeiros. Não que queiramos mentir. É que nem sempre conseguimos visualizar toda a verdade. Assim pois no entendimento sincero com os outros, vamos aprendendo a descobrir toda a verdade.
Neste sentido não estamos sendo mentirosos. Só que devemos ter a humildade de reconhecer que sempre devemos aprender a ser mais verdadeiros e afirmar o que queremos com a maior sinceridade possível.

Ninguém é perfeito, mas todos devemos caminhar para a frente. Começamos no desejo, na vontade, em seguida buscamos os meios que podem nos ajudar no desenvolvimento de nossa personalidade.

Se é sincero nosso desejo de conhecer melhor a Jesus para poder caminhar com Ele e participar de sua missão, coloquemo-nos nas mãos dele e confiemos em que seja nosso bom Pastor a guiar-nos com segurança.

Cristo vive e é o Senhor!

“A religião favorece as comparações. Porque ela promove a verdade e o bem e chama à atenção de quem não busca a verdade e de quem não faz o bem. É externamente a voz de nossa consciência.
Mesmo que as comparações possam ser motivo para um esforço em melhorar nossa vivência, precisamos humildemente aceitar o que não conseguimos ser e buscar sempre o melhor que pudermos”

Monsenhor Paulo Daher (falecido em 2019)

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!