Colunistas Destaque Destaque2 Em Destaque

REFLEXÃO (17/06), POR MONSENHOR PAULO DAHER

11ª Semana do Tempo Comum | Sexta-feira
17/06/2022

Em Mateus 6,19-23, os conselhos de Cristo são práticos: tesouros da terra sofrem corrosão pela traça do egoísmo e da ferrugem e da ação dos ladrões que desvalorizam os guardados.
Tesouros no céu: boas ações, amor, dedicação, respeito por todos.

O coração humano busca asilo em bens passageiros. O olhar que enxerga tudo nem sempre escolhe as melhores paisagens.
O olhar deve ser luz para iluminar a vida.

A beleza e o valor de todos os seres criados que o Senhor colocou à nossa disposição, são meios passageiros para descobrirmos bens mais duradouros.

Na mente humana um dom que mais nos chama à atenção não é a qualidade mas a quantidade. O que é pequeno e quase invisível não nos chama à atenção.

Até em civilizações primitivas o que provoca respeito como ser superior às pessoas é a manifestação das forças da natureza.

O que é maior e mais forte nos assusta. E assim também para que eu seja alguém devo me mostrar poderoso em alguma coisa.

Quando o jovem pastor Davi se apresentou diante do gigante todo armado Golias para defender seu povo, este zombou dele e prometeu estraçalha-lo e dar suas carnes aos cães. E tombou, foi morto por uma pedra da funda de Davi.(1Sm todo o cap.17)

Jesus não despreza nenhum ser humano, pois somos criaturas e filhos de Deus. Mas nos alerta sobre o conceito que temos das pessoas e coisas e de tudo o que possamos conseguir com tantas qualidades com que Deus nos cumulou.

O apóstolo diz que nossas qualidades as guardamos em vasos de barro (2Cor 4,7). Isto pede de nós cuidado com esses dons maravilhosos que recebemos de Deus. Podemos com eles prejudicar as pessoas ou ajuda-las a se realizarem mais felizes.

Cristo vive e é o Senhor!

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!