Destaque Destaque2 Em Destaque

Reflexão (18/06) Monsenhor Paulo Daher

11ª Primeira Semana do Tempo Comum
18/06/2024
Terça-feira

Em Mateus 5, 43-48, Jesus ensina novo mandamento: “os antigos diziam:
Ama teu próximo e odeie teus inimigos.”
Eu lhes digo: amem seus inimigos. Rezem pelos que os perseguem. Assim serão filhos do Pai do céu que faz nascer os céus que faz chover sobre justos e injustos. Se vocês amarem só os que os ama que recompensa terão? Se cumprimentam só seus irmãos, serão como os que não aceitam Deus. Sejam perfeitos como seu Pai celeste.
Jesus quer mudar para melhor nossa maneira de pensar e agir em relação às pessoas. Nós valorizamos o que somos e o que conquistamos. Queremos que as pessoas nos respeitem e valorizem.
Muitos de nós aprendemos em nossa infância a nos valorizar demais, a querer sempre ser respeitados por todos, a não levar ofensa para casa. Este endeusamento de nossa pessoa não nos leva a muito longe. Competir com os outros não é bom caminho para viver bem e realizar nossa vida.
Todos temos grande necessidade de sentir o amor em nós, de nós para os outros e dos outros para nós. Não é uma qualidade dispensável, a qual sentir ou não, não fará muita diferença.
O amor é mais que o sangue para nosso corpo viver e sobreviver. Dá o sentido a tudo o que somos e queremos ser.
Quando Jesus afirma que amar a Deus é o primeiro e maior mandamento, logo completa: e o segundo é semelhante, se origina dele e dá sentido real ao amor ao
próximo como a ti mesmo.
Para Jesus o próximo é todo aquele que encontramos em nosso caminho. Todos sem exceção merecem nosso respeito e amor. Pois é assim que Deus nos vê e nos ama muito. Pois o olhar de Deus só enxerga o bem que fazemos e vê sempre em nós aquela criança inocente que deu de presente a nossos pais.

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!