Colunistas Destaque Destaque2 Em Destaque

REFLEXÃO (18/07), POR MONSENHOR PAULO DAHER

16º Domingo do Tempo Comum
17/07/2022

Evangelho (Lc 10,38-42)

Quando entrarem numa casa, digam:
A Paz esteja com todos!

A História de nossa salvação que lemos na Bíblia, apresenta fatos e pessoas que fazem parte integrante do plano de Deus sobre a felicidade de todos.

Às vezes esperamos algo extraordinário ou pessoas importantes ( inteligentes, de boa aparência) para manifestar a vontade de Deus…
Abraão, o grande patriarca do povo escolhido , era pessoa simples, humilde, religiosa e aceitava tudo o que Deus lhe propunha, sem pensar duas vezes. Até ouvir e aceitar afirmação que Sara estéril, em avançada idade iria dar à luz a um filho.

Os Pensamentos de Deus não são nossos pensamentos!

A montanha santa, os lugares sagrados do culto, ou onde cada pessoa vive com irmão da mesma família, se iluminarão com a inocência de corações abertos para todos.

A vida humana como bem o viveu o senhor, apresenta meios os mais variados de alegria, tristeza, felicidade e sofrimento.
Neste quadro humano de luzes e sombras tudo faz parte do sentido de nosso viver.

Temos experiência de que muitos sofrimentos de quem ama, transforma a vida de quem é amado.
Na história da salvação ainda podemos colocar a disposição de Cristo nossa parte de sofrimento unido ao seu.
A visita de Cristo à casa simples de Maria, Marta e Lázaro coloca-se mais uma vez diante do que agrada ao Senhor.

Casa, família, fraternidade solidariedade, diferenças de temperamento: Cristo não exige nenhuma perfeição para entrar em nossas casas.

Que só lhe abramos a porta e o acolhamos.

O que vai acontecer com Maria, com Zaqueu, com Jairo e em nossa casa, Ele é que sabe e quantas surpresas veremos.

Cristo vive e é o Senhor!

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!