Colunistas Destaque Destaque2 Em Destaque

REFLEXÃO (18/08), POR MONSENHOR PAULO DAHER

20ª Semana do Tempo Comum | Quinta-feira
18/08/2022

Evangelho (Mt 22,1-14)

Naquele tempo, 1Jesus voltou a falar em parábolas aos sumos sacerdotes e aos anciãos do povo, 2dizendo: “O Reino dos Céus é como a história do rei que preparou a festa de casamento do seu filho. 3E mandou os seus empregados chamar os convidados para a festa, mas estes não quiseram vir. 4O rei mandou outros empregados, dizendo: ‘Dizei aos convidados: já preparei o banquete, os bois e os animais cevados já foram abatidos e tudo está pronto. Vinde para a festa!’ 5Mas os convidados não deram a menor atenção: um foi para o seu campo, outro para os seus negócios, 6outros agarraram os empregados, bateram neles e os mataram. 7O rei ficou indignado e mandou suas tropas, para matar aqueles assassinos e incendiar a cidade deles. 8Em seguida, o rei disse aos empregados: ‘A festa de casamento está pronta, mas os convidados não foram dignos dela. 9Portanto, ide às encruzilhadas dos caminhos e convidai para a festa todos os que encontrardes’.10Então os empregados saíram pelos caminhos e reuniram todos os que encontraram, maus e bons. E a sala da festa ficou cheia de convidados. 11Quando o rei entrou para ver os convidados, observou ali um homem que não estava usando traje de festa 12e perguntou-lhe: ‘Amigo, como entraste aqui sem o traje de festa?’ Mas o homem nada respondeu.13Então o rei disse aos que serviam: ‘Amarrai os pés e as mãos desse homem e jogai-o fora, na escuridão! Ali haverá choro e ranger de dentes’. 14Porque muitos são chamados, e poucos são escolhidos”.

Jesus disse que o rei de um grande banquete de casamento de seu filho.

Convidou várias pessoas. Todas desculparam-se por não poderem ir.
Um comprara um campo e tinha que vê-lo, outro tinha negócios e tinha que conferir.

Então o rei mandou os empregados convidar todos que encontrassem na cidade. Pois nenhum dos convidados antes iria participar do banquete.

O rei é Deus, o banquete é o convite de Deus para todos os seres humanos participarem das graças que seu filho Jesus Cristo trouxe para nós.

Os primeiros convidados são o povo judeu. Inicialmente cada ser humano que viesse a este mundo, além do convite para a vida, foi também chamado a ser de modo especial filho de Deus participando da vida divina, com todos os dons sobrenaturais.

Deus escolheu em Abraão o início do povo escolhido, que teria toda a proteção do Senhor, por adorarem o único e verdadeiro Deus.

Jesus preparou um grande banquete, a grande festa que iniciaria o novo povo de Deus, a nova família de Deus.
Os que pareciam abandonados: doentes, cegos, coxos, e não-judeus (pagãos gentios) que “nem mereciam ser convidados, pois na opinião dos chefes eram considerados pecadores” foram então convidados.

E puderam participar do banquete do reino do Salvador.

Nós já fomos convidados para o banquete do Reino de Deus. E nos apresentamos com “vestes nupcial” com santo batismo.

Mas o banquete não é só um dia… Ele dura a vida inteira.

Durante toda nossa vida os sacramentos, a fé, a esperança e principalmente a caridade que manifestam a vida cristã mantém a festa de cada dia.

Cristo vive e é o Senhor!

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!