Destaque Destaque2 Em Destaque

Reflexão (19/06) Monsenhor Paulo Daher

11ª Semana do Tempo Comum
19/06/2024
Quarta-feira

Em Mateus 6, 1-6.16-18, Jesus pede que nossa vida não seja só para sermos elogiados pelas pessoas como fazem os fariseus. Nossa esmola não seja para receber elogios. Nossas orações sejam feitas mais diante de Deus, em lugar discreto. Nossas penitências não sejam notadas pela nossa aparência. Que façamos tudo por Deus e para Deus só.
Toda nossa manifestação religiosa, mesmo que seja vista pelos outros consiste mais em nos comunicar-nos com Deus.
Quando realizamos alguma coisa em nossa vida para nosso bem comum ou espiritual, devemos buscar a finalidade do que esperamos alcançar com este nosso trabalho.
O objetivo de nossas ações é desenvolver o que somos e o que teremos alcançar. Toda outra intenção perturba o que fazemos e pode prejudicar chegar aonde queremos.
Se um pai de família luta, trabalha, se sacrifica pensando mais em alcançar lugar de destaque na sociedade, do que em organizar sua vida e a de sua família para que todos tenham o necessário e consigam um objetivo prático para hoje e manhã, não vai ser fácil vencer com satisfação as dificuldades que vai encontrar.
Ter um objetivo claro diante de nós e lutar para consegui-lo faz-nos caminhar mais rápido para chegar aonde queremos.
Na vida religiosa a intenção de tudo
fazer para de fato mostrar a Deus que o amamos e queremos seguir sua vontade, não só facilita nossa caminhada, como poderemos ajudar os outros a perceberem nossa intenção realmente de sermos o que somos diante de Deus e das pessoas.

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!