Sem categoria

Reflexão (20/2023) Monsenhor Paulo Daher

28ª Semana do Tempo Comum | Sexta-feira
20/08/2023

Em Lucas 12, 1-7, Jesus dá conselhos aos discípulos e ao povo: nada há escondido que não seja revelado. O que se fizer na escuridão virá à luz. Não tenham medo de quem pode matar o corpo. E sim de quem pode mandar para o inferno. Nenhum pardal é esquecido por Deus. E vocês valem mais. Deus sabe quantos fios de cabelo suas cabeças tem.
Em nossa vida mesmo o que se esconde, um dia vai ser descoberto.
E para Deus tudo é tão claro como o sol. E nós nos fiamos na forma como fazemos de não nos revelar a ninguém o que não queremos. Como Deus não reclama, achamos que Ele, como todos, não está sabendo do que escondemos das pessoas, seja nos pensamentos, sentimentos e gestos.
Deus sabe tudo. Nada se esconde a seu olhar. Sua paciência dá tempo ao tempo, seja para que descubramos o mal que fizemos escondido, que teve consequências, seja mesmo que por graça divina reconheçamos nosso erro e o apresentemos a Deus pedindo perdão.
Não há ninguém que não perceba muitas vezes em sua vida que Deus conhece todos os nossos passos.
Devemos exercitar-nos mais em sermos verdadeiros e não parecer crianças que depois de uma falta faz uma cara de inocência e acaba depois se traindo.
Reconhecer nossos erros e sempre apresenta-los a Deus não é humilhação alguma. Se com humildade buscamos força para recuperar.
Muitos de nós em nossa vida já experimentamos a vergonha ou a humilhação com que nossos erros nos afetam, quando humildemente chegamos a Deus para abrir nosso coração arrependido.
Sentimos como Pedro ao ouvir três vezes a pergunta de Jesus: Pedro tu me amas?(Jo 21,15).
Como o carinho de Deus é muito maior que nossa confusão.

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!