Colunistas Destaque Destaque2 Em Destaque

REFLEXÃO (21/06), POR MONSENHOR PAULO DAHER

12ª Semana do Tempo Comum | Terça-feira
21/06/2022

Em Mateus 7, 6-12-14, Jesus afirma para não jogar aos cães coisas preciosas. O que queremos que os outros nos façam devemos nós fazer a eles. Entrem pela porta estreita pois larga é a estrada que leva à perdição. E muitos entram por ela. É estreita a porta e apertado o caminho que leva à vida.

Em nossa vida há sentimentos e fatos que gostamos de guarda-los com respeito. Seja para nós seja para os outros.

Nossa vida não deve ser exposta numa vitrine para que todos a vejam.
E a vida dos outros pede esta mesma atenção.

Coisas preciosas ou sagradas podem ser a vida das pessoas, ou fama, segredos, honra, que expostas podem ofender o direito que todos temos de sermos respeitados em nossa individualidade.

Cientes de nossa própria pessoa nem sempre respeitamos o que cada um é.
O egoísmo cega-nos para enxergar os outros como são. Vivemos fazendo comparações e nos colocando como superiores aos outros. Por isso nos irritamos quando contrariados.

É trabalho longo a fazer para melhorar nossos relacionamentos para equilíbrio em nossa personalidade.
Conviver com os outros pede paciência e perseverança. Dá trabalho, mas o resultado compensa todo o esforço e sacrifício.

A religião nos ensina a ascese: esforços espirituais com pequenos sacrifícios que fortalecem nossa vontade para superar nossas manias egoístas e de auto-exaltação.

Jesus prepara para todos nós um lugar de felicidade. Mas para lá temos de passar pela porta estreita da renúncia a tudo o que só satisfaz nosso egoísmo. E ter Deus como centro de nossa vida.

Cristo vive e é o Senhor!

Monsenhor Paulo Daher (falecido em 2019)

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!