Destaque Destaque2 Em Destaque

Reflexão (23/06) Monsenhor Paulo Daher

12° Domingo do Tempo Comum
23/06/2024

Em Marcos 4, 35-41, Jesus despediu a multidão. Começou a atravessar o lago com a barca. Sobreveio grande tempestade. A barca estava em perigo. Os discípulos vieram a Jesus que estava dormindo lá dentro e o acordaram dizendo que estavam afundando.
Jesus levantou-se e ordenou ao vento e ao mar que silenciassem.
E seguiu-se grande calmaria. Jesus lhes disse: “porque vocês são tão medrosos? Não tem fé?’. Admirados diziam:
“quem é este a quem até o vento e o mar obedecem?”
Às vezes temos impressão de que Jesus cumpre o que o salmo diz: Deus gosta de brincar com os filhos dos homens…
Depois de atender às multidões, Jesus entra na barca e vai descansar. Na travessia ocorre uma tempestade.
O barco ameaça afundar. Jesus dorme. Os apóstolos aflitos vem acorda-lo. Ele acalma a tempestade.
Tempestade em lago é muito perigoso. As ondas vão e vem sem encontrar saída para se acalmar. (Estive numa num lago dos Andes.) A água do lago de Genesaré vinha das altas montanhas geladas do Líbano.
Jesus deixou a natureza se manifestar e depois acalmou-a deixando seus discípulos espantados com tal poder.
Tudo na natureza segue as regras que Deus estabeleceu. Em geral o ser humano tem de saber lidar com isso. Só com a experiência consegue de alguma forma dominar e submeter as
manifestações que possam prejudicar sua convivência com a natureza.
Aplicando ao nosso mundo interior: pensamentos, sentimentos, desejos, sonhos, projetos, razão, consciência, liberdade de escolha…
O lago de nossa vida é muito rico e sujeito à calmarias, à tempestades.
Temos todos os meios para conviver com qualquer situação. Algumas decorrem de nosso comum relacionamento com as pessoas. Outras são resultado de nossas escolhas com as qualidades que temos.
Em geral pelo decorrer normal de nossas vidas somos capazes de enfrentar os problemas comuns com nossas próprias qualidades e também se somos ajudados por uma convivência sincera com as pessoas.
Mesmo assim, devido à grande transformação da vida humana, os problemas se multiplicaram.
Precisamos de muita luz de Deus para conduzir melhor a nossa vida no lago de nossa existência hoje.
Com Jesus mesmo parecendo “dormir” lá dentro de nós, podemos vencer os obstáculo que nos impedem de chegar ao porto da salvação.
Busquemos assumir com mais reponsabilidade a barca de nossa vida, e confiemos sempre no Senhor que jamais dorme.

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!