Destaque Destaque2 Em Destaque

Reflexão 24 de fevereiro – Monsenhor Paulo Daher

1ª Semana da Quaresma
Sábado
24/02/2024

Em Mateus 5, 43-48, Jesus lembra o preceito dado aos antigos:amar os que nos amam, odiar os inimigos. Agora é amar a todos. Porque Deus é Pai de todos e faz descer benefícios à terra sobre maus e bons, porque todos são filhos de Deus. Sejam perfeitos como o Pai do céu.
Parece que nós hoje podemos entender o que é amar os inimigos, embora tenhamos dificuldades. Mas para os judeus e ainda hoje para os muçulmanos seguidores de Maomé, quem não aceita Deus ou Alá é um inimigo com quem não devo nem me comunicar.
Para entender um pouco porque não aceitar o inimigo, este é aquele que me fez algum mal, aquele que só trama o mal para mim e me detesta. Não posso ajuda-lo, não posso contar com ele, pois irá me trair. Aquele com quem ninguém de minha família pode conviver.
Entendemos a dificuldade de cumprir o que Jesus pede!
O melhor é em nosso coração não querer mal a ele, nem tramar algo que o prejudique. Vou rezar por ele, esvaziar qualquer raiva que surja em mim pelo mal que ele me desejar ou de fato fizer.
Se não depende de mim que ele trabalhe comigo, vou ser prudente para não maltrata-lo. E pensar duas vezes quando tivermos que preparar algo que é pedido para que se consiga o melhor.
Porque devo amar os inimigos? Porque todos somos filhos de Deus e irmãos entre nós. E mais: Jesus morreu por todas as pessoas e de modo especial por todos os pecadores e por aquele que não querem saber dele.
Foi o sentido de sua oração no auge do sofrimento na cruz: Pai perdoa-lhes porque não sabem o que fazem.(Lc 23,34)
Por fim devemos orar para que aqueles que me desejam o mal possam ser tocados pela graça de Deus para mudarem sua maneira de pensar e agir.

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!