Destaque Destaque2 Em Destaque

Reflexão (26/02), por Monsenhor Paulo Daher

7ª Semana Comum | Sábado 26/02/2022

Em Marcos,10, 13-16, os pais traziam as crianças para que Jesus as tocasse. Os discípulos as afastavam.

Jesus: “deixem vir a mim as crianças, o reino de Deus é dos que são como as crianças. Quem não receber o reino de Deus como uma criança não entrará nele.”

Jesus as abraçava e as abençoava.
A chegada de uma criança é sempre uma bênção de Deus, em qualquer situação. Ela deve ser sempre benvinda!

Sabemos dos muitos problemas que principalmente hoje vivemos nesta nossa sociedade onde acontece de tudo no relacionamento entre as pessoas. Situações em que o aparecimento de uma criança em vez de ser causa de alegria, cai que nem uma bomba para a família.

Afirmo com certeza: sempre a criança, porque é Deus que lhe dá a vida, pelo relacionamento de um homem e uma mulher, ela é sempre uma bênção de Deus.

Exemplos não faltam de crianças que vieram ao mundo completamente desamparadas e que foram de alguma forma acolhidas por amor que conseguiram realizar uma bela vida.

A relação de um ser vivo com quem o gera até entre os animais tem um potencial tal que ainda não conseguimos ter toda a explicação “cientifica “.

É realidade que nenhuma filosofia, antropologia, psicologia, biologia e outras consegue desvendar completamente!

As culturas dos povos tem forma variada em sua aceitação da criança. O cristianismo afirma: todos devemos ser respeitados porque somos filhos de Deus.

E quanto mais frágil é a pessoa, mais atenção merece.
O gestos de Jesus algumas vezes nos dão a conhecer como acolher estes pequeninos, sejam calmos ou agitados, falantes ou envergonhados, pobres ou ricos, feios ou bonitos, simpáticos, carinhosos ou rebeldes.

Os livros sapienciais da Bíblia no Antigo Testamento, falam muito sobre educação dos filhos, como responsabilidade da família.

A criança é um mistério. Sua mente e coração estão abertos a tudo o que se lhes é apresentado e transforma em gestos e atitudes que às vezes causam admiração aos adultos. O que aparece exteriormente no que fala e faz, é uma pequena amostra do que desenvolverá no decorrer de sua vida com oportunidades que lhe derem.

Cristo vive e é o Senhor!

Monsenhor Paulo Daher (falecido em 2019)

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!