Destaque Destaque2 Em Destaque

Reflexão (28/03), por Monsenhor Paulo Daher

4ª Semana da Quaresma | Segunda-feira 28/03/2022

Em João 4, 43-54, em Cafarnaum um funcionário do rei tinha um filho doente.Foi ao encontro de Jesus pedindo para curar seu filho. Jesus lhe disse:” vai, teu filho está curado.” Voltando, os empregados lhe disseram que seu filho estava curado. O funcionário soube da hora em que melhorara e viu que fora Jesus que o curara mesmo. Ele e sua família abraçaram a fé.

Há muitas maneiras e ocasiões para nosso encontro com Deus.
Durante o ano podemos seguir as propostas de nossa religião para as missas comuns e momentos devocionais. Mas de vez em quando devemos procurar algo mais que nos tire da acomodação do dia a dia.

Temos exemplo em Jesus. Não atendia as pessoas num lugar só. Ia de cidade em cidade como um missionário. Aproveitava qualquer ocasião para ensinar, ouvir as pessoas e curar os doentes. Em tudo sua intenção era que o povo procurasse mais a Deus.

As pessoas que moravam nas cidades da Galileia, da Samaria e da Judeia, ficavam sempre sabendo onde Jesus estava. E iam a seu encontro. Os estrangeiros ou os judeus que moravam em outras cidades ou regiões, também iam sabendo de tudo o que estava acontecendo na Palestina.

A novidade da presença deste homem simples mas sábio e porque não, poderoso, ia conquistando a simpatia de todos.
Só os chefes religiosos que iam sentindo o poder de influência maior que a deles, não estavam nada satisfeitos.

Armavam ciladas, ou argumentos que pareciam querer comprovação sobre quem havia autorizado Jesus a orientar o povo em todas as questões religiosas.

Dizia-se antigamente que o povo quer ser enganado. Mas o povo também tem a simplicidade e sinceridade de perceber quando a verdade se mostra e até se prova por meio de fatos, como por exemplo, milagres.

No caso desse funcionário do rei, ele foi pedir a cura de seu filho. Podemos dizer, não foi para aprender alguma coisa sobre a religião. Acreditava em que se Cristo estava curando tanta gente, poderia também curar seu filho. Mas Deus tem seus caminhos.

Uma vez conseguido a cura, ele e toda a sua família acreditaram em Jesus. O milagre abriu-lhe as portas para a fé em Cristo.

Cristo vive e é o Senhor!

Monsenhor Paulo Daher (falecido em 2019)

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!