Destaque Destaque2 Em Destaque

Reflexão (29/03), por Monsenhor Paulo Daher

4ª Semana da Quaresma | Terça-feira
29/03/2022

Em João 5, 1-3a.5-16, havia uma piscina perto da porta das Ovelhas no Templo. Muitos doentes vinham ali. Pois um anjo de vez em quando descia, mexia nas águas e o doente que entrava na água ficava curado. Jesus viu um homem deitado à beira da piscina. Conversando com ele soube que estava doente há 38 anos e não conseguia entrar a tempo na água. Jesus lhe diz: “levanta-te, pega tua maca e anda.” O homem ficou curado, pegou a maca e começou a andar. Era sábado. Os judeus disseram-lhe: “não é permitido carregar a maca no sábado.” Ele respondeu: “quem me curou mandou que eu me levantasse e levasse minha maca.” Perguntaram: “quem foi?” Ele não sabia. E Jesus tinha se afastado dali. Mais tarde encontrou Jesus, que lhe disse: “estás curado. Não peques mais.” O curado foi dizer aos judeus que tinha sido Jesus. E estes perseguiam Jesus por ter feito um “trabalho” no sábado..

Este fato nos apresenta lições que confirmam o que falamos antes sobre a água… Ao mesmo tempo nos chama à atenção sobre que nada passa despercebido a Jesus. Pelo que lemos nos evangelhos, Cristo nunca está indiferente no meio das pessoas.

Jesus se interessa por tudo o que acontece em torno dele, mesmo apertado pela multidão, ou cansado ou com fome. Ele está sempre ligado a tudo e a todos.

Hoje há pessoas que estão sempre ligadas a tudo e a todos, mas de forma como mania. São dispersivos. Nada lhes interessa porque se ocupam com tudo e por todos. Como o guarda noturno do Pequeno Príncipe. Mal apagava o lampeão, tinha de acendê-lo de novo pois o mundo girava rápido.

Quando estudava em Roma, conheci um brasileiro, religioso, que se dava com todo o mundo. Às vezes estava conversando com ele percebia que seu olhar estava procurando todo o mundo que passava. Acontecia que queria cumprimentar a todos. Interrompia a conversa. Um dia deixei-o e sai. Ele ficou me procurando, mas logo encontrou outro com quem conversar.

É difícil criar laços de amizade com alguém que parece estar ligado com mil botões a muitas pessoas ou fatos.

Jesus não era assim. Como Filho de Deus, sua atenção às pessoas era total, pois atendia às necessidades dos que o procuravam. Pois Deus é assim. Por isso não gosto muito de dizer que Deus Senhor todo-poderoso, está sentado em seu trono de glória.

Deus não se senta. Acompanha tudo e todos ligando-se a todos com muito amor, pois quer todo o bem a quem o procura de coração sincero.

Não temos o poder divino, mas com nosso coração humano, em tudo o que pudermos, não deixemos passar nenhuma ocasião de dar atenção a quem quer que seja. Qualquer olhar, palavra, sorriso, atenção que vem mesmo de nosso coração sempre faz um bem muito grande às pessoas, de modo especial àqueles que parecem estar relegados da sociedade.

Cristo vive e é o Senhor!

Monsenhor Paulo Daher (falecido em 2019)

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!