Colunistas Destaque Destaque2 Em Destaque

REFLEXÃO: ASSUNÇÃO DE NOSSA SENHORA, POR MONSENHOR PAULO DAHER

Solenidade da Assunção de Nossa Senhora | Domingo

21/08/2022

Evangelho Lc 1,39-56

Naqueles dias, 39Maria partiu para a região montanhosa, dirigindo-se, apressadamente, a uma cidade da Judeia. 40Entrou na casa de Zacarias e cumprimentou Isabel. 41Quando Isabel ouviu a saudação de Maria, a criança pulou no seu ventre e Isabel ficou cheia do Espírito Santo. 42Com um grande grito, exclamou: “Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre! 43Como posso merecer que a mãe do meu Senhor me venha visitar? 44Logo que a tua saudação chegou aos meus ouvidos, a criança pulou de alegria no meu ventre. 45Bem-aventurada aquela que acreditou, porque será cumprido o que o Senhor lhe prometeu”. 46Então Maria disse: “A minha alma engrandece o Senhor, 47e o meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador, 48porque olhou para a humildade de sua serva. Doravante todas as gerações me chamarão bem-aventurada, 49porque o Todo-poderoso fez grandes coisas em meu favor. O seu nome é santo, 50e sua misericórdia se estende, de geração em geração, a todos os que o respeitam. 51Ele mostrou a força de seu braço: dispersou os soberbos de coração. 52Derrubou do trono os poderosos e elevou os humildes. 53Encheu de bens os famintos, e despediu os ricos de mãos vazias. 54Socorreu Israel, seu servo, lembrando-se de sua misericórdia, 55conforme prometera aos nossos pais, em favor de Abraão e de sua descendência, para sempre”. 56Maria ficou três meses com Isabel; depois voltou para casa.

Esta passagem da vida de Maria apresenta um retrato fiel e resumido de tudo que Maria é para Deus e para os redimidos por Cristo.

Maria, a mais santa das criaturas, a mais perfeita criatura a quem Deus deu a vida, acaba de se tornar Mãe do Filho de Deus.

O seu primeiro pensamento, como Jesus irá ensinar, é ir ajudar sua prima, já de idade avançada, na espera do bebê João Batista.
Ela vai se encontrar com sua prima, levando consigo o seu Filho. Abrindo caminho para o Espírito Santo agir.
Mal chegou, Isabel já sentiu seu filho pular de alegria em seu ventre, com a saudação de Maria e já soube que Maria era a Mãe de Deus. Não tendo palavras para expressar a felicidade desse encontro.

Maria pelas lembranças de ouvir a história de seu povo, de orar de cor sempre os salmos messiânicos, canta um hino de louvor a Deus por tudo o que aconteceu em seu povo, pela providência de Deus. Profetiza os bens no futuro que aguarda a humanidade com a presença e ação de seu Filho.

O Magnificat, os louvores de Maria, ressoam pelos séculos, como a oração mais perfeita que lábios humanos cantaram, exaltando sempre o grande amor de Deus por nós que Jesus nos permitiu manifestar.

Cristo vive e é o Senhor!

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!