Diocese de Uberlândia Em Destaque

"Tesouro do céu – olho são"

Conta-se que em 1497, depois da batalha de Borgonha – França, um soldado encontrou um diamante entre os escombros no campo de batalha. Tomou-o, mas pensando que era vidro, jogou fora. Pensando melhor, o pegou de novo e o vendeu por um florim (cerca de quarenta centavos). Por não reconhecer o tesouro que tinha achado não deu ao achado o valor devido.

Em Mt 6, 19 – 23, Jesus nos diz:  ‘Não ajunteis para vós tesouros na terra. Ajuntai para vós tesouros no céu. O olho é a luz do corpo. Se teu olho é são, todo o corpo fica iluminado. Se o teu olho está em mau estado, todo o corpo fica em trevas.’

Treasure chest

Só o olho são é capaz de enxergar o tesouro do céu. Aqui se trata de visão espiritual, não física.

Este tesouro do céu, o maior, o mais grandioso e belo, nós os batizados, aqueles que se encontram em estado de graça (livre do pecado mortal), o trazem em si.

‘Quem possui o Espírito Santo é mais rico que todos os endinheirados deste mundo, mais poderoso que todos os governantes, mais feliz que todos os nobres, mais alegre que aqueles embriagados nos prazeres mundanos’ – livro: Devoção ao Espírito Santo.

É o Espírito Santo  quem nos leva a reconhecer e valorizar os tesouros que devemos ajuntar no céu e a desprezar, ter em conta de esterco, todo e qualquer tesouro que já tenhamos ajuntado na terra.

Para isto necessitamos de uma cura em nossa visão espiritual e o Espírito Santo realiza esta cura em nós por meio do dom da sabedoria.

São Bernardo chama este dom: ‘o dom sobrenatural do Espírito Santo que nos permite conhecer a Deus e nos regozijarmos no amor perfeito’.

‘O dom da sabedoria ilumina a mente, como também incendeia o coração com o amor a Deus, nos dá entusiasmo pelas coisas divinas e um desejo ardente pelos tesouros celestiais, especialmente o anseio de possuir a Deus e contemplá-lo face a face. Separa nossos corações das coisas deste mundo e arranca tudo que se opõe ao nosso próprio fim – a felicidade plena junto de Deus’ –  livro:Devoção ao Espírito Santo.

Uma visão deturpada, defeituosa, não nos deixa ver o  brilho do verdadeiro tesouro. Acontece conosco o que ocorreu àquele soldado da Batalha de Borgonha.

Sem o Espírito Santo não conseguimos enxergar quais tesouros ajuntar no céu e quais desprezar na terra.

Mas, por meio do dom da sabedoria, o Espírito Santo, cura nossa visão. O nosso olho se torna são. ‘Em Sua luz, vemos cada vez mais claramente o nada das coisas criadas’ e com o coração incendiado com o amor a Deus, desencadeado em nós também por meio do dom da sabedoria, enchemos as mãos de boas obras e assim ajuntamos tesouros no céu.

Queremos ouvir Jesus e passar a ajuntar tesouros no céu, por meio de uma visão espiritual correta das coisas que verdadeiramente tem valor.

‘Vem, Espírito de Sabedoria, desapega-nos das coisas da terra e infunde em nós o amor e o gosto pelas coisas do céu.’

________________

Por, Ana Neucele

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!