Diocese de Uberlândia Em Destaque

Tuas carícias nos inebriarão mais que o vinho (Ct 1, 4)

Li o testemunho dado por Frei Raniero Cantalamessa, em um de seus livros, sobre um alcoólatra que se libertou da dependência do álcool no dia em que ouviu dizer que as carícias de Deus inebriavam mais que o vinho.

Aquilo que faz a nossa alegria corremos atrás. Queremos ser felizes. O desejo comum de todos os homens é ser feliz. Aquilo que dá prazer atrelamos à idéia de felicidade. Quanta coisa há que nos dá prazer! A bebida alcoólica é uma dentre outras como o sexo, uma leitura, um filme, a companhia de pessoas que amamos, a prática de um esporte, uma viagem, etc. Mas, em todas estas coisas que nos dão prazer permanece a insatisfação da alma. Queremos mais. ‘Minha alma está inquieta, enquanto não repousar em Vós’, dizia Santo Agostinho. Bendita insatisfação que nos faz buscar, ainda que não saibamos, por Aquele que pode nos satisfazer por inteiro: Deus.  Bem aventurados seremos nós se tivermos a atitude daquele ex-alcoólatra, ao deparar com quem Lhe podia dar alegria maior que o álcool. ‘Tuas carícias nos inebriarão mais que o vinho’ – Can 1, 4.

trindade1

É preciso ter a coragem de se lançar nos braços de Deus. Deixar ser tocado por Deus. Carícia implica toque. Muitos em sua carência de amor tem uma dificuldade grande em relação ao toque.  A raiz desta dificuldade pode estar lá na infância. Não foi acarinhado. Não recebeu de seus cuidadores nenhum toque de amor verdadeiro, mas Deus não deixou de amar. E chega então um dia como chegou na vida do ex-alcoólatra, de se deixar ser tocado por Deus. O toque de Deus, as carícias de Deus trouxe para aquele homem mais prazer do que o vinho e  isto  o fez largar o vício da bebida alcoólica. O amor de Deus cura, liberta, salva. O amor de Deus ordena os nossos afetos. Deus nos ama e quer nos alcançar em nossa busca por felicidade.

Hoje quero me render ao amor de Deus. Quero experimentar o toque suave de Sua Mão em  minhas feridas interiores. Dá-me, ó Deus, coragem suficiente,  para lançar-me em Teus braços. Eu me  deixo ser abraçada por Ti, meu Deus, minha salvação. Amém.

__________

Por, Ana Neucele

Adicionar comentário

Clique aqui para postar um comentário

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!