Diocese de Uberlândia Em Destaque

Vida sob o Senhorio de Jesus

Os evangelhos relatam que o povo maravilhava-se da doutrina de Jesus, ‘porque Ele ensinava com autoridade’ – Lc 4, 32. Havia firmeza, segurança em Jesus. Ele estava seguro daquilo que ensinava. Antes da ascensão   Jesus diz aos onze discípulos: ‘Toda autoridade me foi dada no céu e na terra. Ide, pois, e ensinai a todas as nações…’ – Mt 28, 18s.

Revestidos da autoridade de Jesus os apóstolos foram e pregaram o evangelho por todos os lugares. Desta autoridade de Jesus a Igreja está revestida e também nós, filhos da Igreja. Mas, o fato é que muitas vezes a nossa conduta é de derrotados e não de vitoriosos em Jesus. Se estou revestida da autoridade de Jesus a minha postura deve ser de vitória, no entanto o que se manifesta é derrota. Como se explica tal coisa?

001

 Frei Raniero Cantalamessa diz que na vida de uma grande maioria de batizados Jesus se encontra como que em ‘liberdade vigiada’. Segundo ele ‘é preciso abrir as portas do nosso coração e deixar Jesus sair em direção aos nossos relacionamentos.’ Deixar Jesus ser o Senhor do nosso matrimônio, da nossa relação com nossos filhos, com nossos pais, irmãos, amigos, conhecidos e pessoas estranhas. Deixar Jesus entrar em  nossos sentimentos, em  nossas emoções, em nossa memória, inteligência e vontade. Dar a Jesus livre acesso a tudo que diz respeito a nossa vida.

Se Jesus é meu Senhor devo ser como o homem que construiu sobre a rocha. O homem que construiu sobre a rocha, precisou cavar bem fundo, tirar muita terra prá chegar na rocha onde  colocou os alicerces da casa. Diante da  tempestade e da torrente  a casa se manteve de pé. Preciso cavar bem fundo, isto é, deixar o Espírito Santo ir modelando em mim a vida de Jesus.   Se dizemos que Jesus é nosso Senhor devemos ouvir com proveito Suas palavra, fazendo o que Ele diz e assim iremos adquirindo autoridade espiritual.

Aceitemos a ajuda do Espírito Santo para vivermos sob o Senhorio de Jesus e podermos declarar com autoridade espiritual diante de todas as dificuldades e lutas do nosso cotidiano: ‘Mas, em todas essas coisas, somos mais que vitoriosos pela   virtude daquele que nos amou’ – Rm 8, 37.

_______________

Por, Ana Neucele

Assine a nossa newsletter

Junte-se à nossa lista de correspondência para receber as últimas notícias e atualizações de nossa equipe.

You have Successfully Subscribed!